Real Madrid e Grêmio disputarão o título do Mundial de Clubes neste sábado e, na véspera da decisão em Abu Dhabi, um dos temas mais badalados nas entrevistas coletivas foi o duelo pessoal entre Cristiano Ronaldo e Renato Gaúcho. Depois de o atual técnico do Grêmio reiterar que considera ter sido um jogador melhor do que o craque português, Zidane comentou o assunto, discordando de Renato.

– É um pouco forte, mas cada um pode opinar. Ele foi um bom jogador, mas não concordo com isso. Para mim, Cristiano é muito melhor pelo que fez, o que demonstrou. Mas ele (Renato) disse isso e temos que respeitá-lo – afirmou Zidane.

Zidane elogiou Renato Gaúcho como jogador, mas disse que CR7 é muito superior (Foto: Reuters)

Zidane elogiou Renato Gaúcho como jogador, mas disse que CR7 é muito superior (Foto: Reuters)

O comandante merengue comentou o fato de Renato ter aberto mão de se comparar ao próprio Zizou, alegando que jogaram em posições diferentes ao longo da carreira.

– Fico feliz por suas palavras, significa que fiz uma boa carreira como jogador. Não tivemos a mesma posição. Eu o conheço como jogador, o vi jogar. Dizer que um foi melhor que o outro é forte, seja com Cristiano ou comigo. Mas ele foi um bom jogador.

Favoritismo de lado, e discurso de “respeito máximo”

Zizou também discordou de Renato Gaúcho no tema favoritismo para a final do Mundial. Enquanto o técnico do Grêmio apontou que vê o Real Madrid em melhores condições para levar o título, o francês preferiu manter o discurso de humildade.

– Não concordo, porque é uma final. Sempre 50% a 50%. O Grêmio mereceu estar na final, como nós. É um jogo, e não há favorito.

Após sofrer para superar o Al Jazira nas semifinais, o Real Madrid agora prepara-se para enfrentar o Grêmio. E o discurso é de cautela com o adversário, campeão da Libertadores há poucas semanas. O zagueiro Sergio Ramos, capitão merengue, previu um jogo difícil neste sábado.

– Sim, vimos jogos. Já tínhamos estudado os possíveis adversários da final. Vimos Grêmio x Pachuca e pouco a pouco fomos estudando. E claro que conhecemos, sabemos que é um time tecnicamente muito bom, com jogadores que fazem a diferença, que são rápidos no contra-ataque. E sabemos que é uma final, e devemos ter o máximo respeito por todos os rivais, sejam quem sejam. Nesse sentido, sei que o Grêmio não vai facilitar as coisas. É um time que compete muito bem, com um técnico que foi jogador, isso é sinal de que vai transmitir o que era e o quer de sua equipe. Será um jogo muito disputado, e estamos prontos para disputar esse título.

O zagueiro, por outro lado, cometeu uma gafe quando se referiu ao desfalque do meio-campista Arthur, que não está no Mundial por conta de uma lesão.

– Sabemos que o atacante deles, que a princípio é o mais forte do time, não vai disputar o jogo – afirmou, trocando a posição de Arthur.



Veja também