Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Titular no meio-campo do Grêmio, o volante Villasanti tem se destacado nos desarmes na Série B. O paraguaio atuou em 14 jogos na competição, todos como titular, e soma 48 roubadas de bola, que representam 3,43 de média. É o líder do Tricolor na estatística.

Com isso, Villasanti é o jogador que detém o maior número de desarmes completos e a maior média do Grêmio na Série B, e a segunda maior de todo campeonato, somente abaixo de Rezende, meia do Bahia, que efetivou 43 em apenas 10 jogos (média de 4,3).

O levantamento desconsidera o lateral-esquerdo Wellington Manzoli, do Criciúma, que tem quatro desarmes em apenas uma partida disputada na Série B.

– Fico feliz em conquistar esses números, pois são fruto do meu trabalho diário aqui no Grêmio. Tenho ajuda dos meus companheiros, da comissão e direção que me auxiliam e ajudam no dia a dia. Meu objetivo é seguir jogando, trabalhando e dando meu máximo para que os objetivos sejam alcançados – destacou Villasanti.

Na temporada, Villasanti acumula 25 partidas pelo Grêmio. Na Série B, o volante foi titular sempre que esteve à disposição do técnico Roger Machado. Dos quatro jogos de ausência, dois foram por servir a seleção paraguaia, um por suspensão e um por sintomas gripais.

Com a abertura da janela de transferências, o volante terá a concorrência de Lucas Leiva por vaga na equipe. O jogador retorna ao Grêmio após 15 anos e deverá estar disponível para o compromisso do fim de semana, contra a Ponte Preta, na Arena.

O Grêmio volta a jogar nesta terça-feira, contra o Brusque, em Santa Catarina. O lateral-esquerdo Nicolas será desfalque, fora da viagem por apresentar quadro de gastroenterite. Com 32 pontos, o Tricolor é o quarto colocado na Série B.



Veja também