Um dos vice-presidentes do Grêmio, Marco Bobsin, recebeu alta do hospital na tarde desta sexta-feira. O dirigente estava internado desde o dia 15 de março após testar positivo para o novo coronavírus, mas está totalmente recuperado. Foram mais de 100 dias em tratamento.

O presidente Romildo Bolzan e o vice de futebol, Paulo Luz, estiveram no hospital para saudar o colega de Conselho de Administração.

Presidente Romildo Bolzan e vice Paulo Luz com Marco Bobsin — Foto: Arquivo Pessoal

Presidente Romildo Bolzan e vice Paulo Luz com Marco Bobsin — Foto: Arquivo Pessoal

Bobsin foi um dos dirigentes gremistas diagnosticados com Covid-19. Mas teve o caso mais grave. Internado na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital Moinhos de Vento, passou por uma longa recuperação, com altos e baixos, até receber alta da UTI há pouco mais de um mês.

No final de abril, Bobsin teve os primeiros passos para a retirada dos aparelhos como auxílio para respiração e vinha em recuperação desde então. O dirigente gremista chegou a passar por dois procedimentos na UTI que retardaram em alguns dias a evolução da doença.

Marco Bobsin integra o Conselho de Administração do Grêmio desde janeiro deste ano. Foi a única mudança no quadro da diretoria de gestão do clube na eleição do ano passado

Foi, junto com o vice-presidente Claudio Oderich, o primeiro a ter confirmada a doença. Já desde a coleta dos exames, esteve internado por conta do quadro grave no pulmão. Além deles, também se recuperaram da Covid o presidente Romildo Bolzan, o vice Adalberto Preis e o assessor da presidência na base, Eduardo Fernandes.

Vários outros integrantes da cúpula gremista apresentam sintomas ou suspeita da doença, mesmo que não tenham realizado o teste. Especialmente aqueles que estavam no jantar prévio ao Gre-Nal da Libertadores, como o executivo de marketing, Beto Carvalho, o assessor da presidência Gustavo Zanchi e os vice-presidentes Paulo Luz e Marcos Herrmann.



Veja também