O atacante Douglas Costa é um dos principais alvos do Atlético-MG nesta janela de transferências para reforçar o elenco campeão brasileiro e da Copa do Brasil. Nos bastidores, clube e jogador demonstram cada vez mais interesse de estarem juntos em 2022, mas o Grêmio – que possui contrato com o atacante – não pretende facilitar tanto assim o caminho.

Aos 31 anos, Douglas Costa está emprestado ao Grêmio pela Juventus, da Itália, até junho de 2022. No acordo assinado entre os clubes, porém, há um mecanismo legal que prorroga o vínculo automaticamente até o fim de 2023 (com vínculo definitivo) se a Juventus não exercer a cláusula de retorno até o fim deste ano, algo já praticamente descartado pelos italianos.

Em entrevista à Rádio Guaíba, do Rio Grande do Sul, o vice-presidente do Grêmio, Dênis Abrahão, admitiu estar disposto a negociar o jogador, mas disse que não pretende rescindir o contrato com o atacante sem antes uma negociação “boa para as ambas as partes”.

“Eu não vou rescindir contrato com Douglas Costa. Por que eu rescindiria?”

Denis Abrahão

– Tenho uma relação muito boa com o Douglas. Se quiser conversar, vamos conversar. Gosto de construir relações, processos. Vamos sentar e vamos construir um negócio que seja bom para o jogador e para o Grêmio. Desse jeito, tem jogo. Caso contrário, se só for bom para o jogador (ou só bom para o Grêmio), não vai ter negócio – ponderou Abrahão.

O nome de Douglas Costa agrada ao técnico Cuca, e a diretoria do Galo monitora a situação de perto. Pelo menos a princípio, o clube mineiro não trabalha com a possibilidade de investir recursos na transferência, e aguarda um acordo de rescisão entre Douglas e o Grêmio para dar prosseguimento à negociação.

Denis Abrahão, vice de futebol do Grêmio — Foto: Reprodução/RBS TV

Denis Abrahão, vice de futebol do Grêmio — Foto: Reprodução/RBS TV

Douglas tem um dos maiores salários do Grêmio atualmente, superando a barreira de R$ 1 milhão por mês. Com a queda para a Série B, o clube já projeta uma redução drástica na folha para 2022, e se vê obrigado a readequar a situação de jogadores como Douglas.

Segundo Denis Abrahão, uma conversa presencial com staff do jogador deve ocorrer nos primeiros dias de janeiro.

– Com certeza vamos ter uma conversa ali para o dia 3, 4. Uma conversa pessoal, eu e ele (Júnior Mendoza, agente de Douglas Costa). Pra ver quais são os objetivos do Douglas. O que ele quer, o que não quer. O que eles querem fazer, o que nós queremos fazer. Aí vamos buscar a construção de um negócio legal para todo mundo – disse.

– Temos que construir algo interessante e inteligente para ambas as partes. Não vamos rescindir contrato, ele é um excelente jogador. Vamos conversar, ele é o mandatário do processo, e a gente não quer fingir que a gente gosta do jogador e o jogador gosta da gente – concluiu.

Douglas Costa apresentado oficialmente como jogador do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Douglas Costa apresentado oficialmente como jogador do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Revelado pelo Grêmio, Douglas Costa gerou grande repercussão ao retornar para o clube em maio de 2021, mas acabou decepcionando em campo. O camisa 10 sofreu com lesões e foi alvo de polêmicas extracampo. Foram apenas três gols em 27 jogos, e o clube terminou o ano rebaixado para a segunda divisão.

Com a temporada aquém e o alto custo em um ano de queda brusca de receita (devido ao descenso), Douglas é considerado um grande impasse para o Tricolor em 2022. A tendência, de fato, é que ele deixe a equipe na atual janela.



Veja também