Com o período de inscrições no Brasileirão encerrado, o Grêmio terá de encarar o restante da temporada com o atual elenco. Isso não quer dizer, porém, que a diretoria não possa começar a pensar no plantel para 2022.

Tentando afastar de vez o perigo do rebaixamento, o clube precisará olhar o mercado em busca de reforços, mas também peças de reposição caso abra mão dos sete jogadores que têm seus contratos encerrados em 31 de dezembro. Confira a situação, posição por posição:

Goleiros

Jefferson Botega / Agencia RBS
Jovem Gabriel Chapecó assumiu a titularidadeJefferson Botega / Agencia RBS

A temporada apresentou a renovação total desta posição, com a afirmação de dois jovens goleiros. Com Gabriel Chapecó e Brenno vinculados até 2024, o Grêmio não terá motivos para se preocupar com a camisa 1.

Laterais

Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação
Capitão Rafinha tem atuado improvisado na esquerdaLucas Uebel / Grêmio/Divulgação

Apesar de ter Guilherme Guedes com uma promessa, a lateral esquerda precisa ser olhada com carinho. Tanto o experiente Rafinha, que vem jogando improvisado na função com a braçadeira de capitão, como o reserva imediato Bruno Cortez têm contratos encerrados no dia 31 de dezembro. A outra alternativa seria Diogo Barbosa, que segue vinculado até 2023.

Do lado direito, Victor Ferraz foi reintegrado aos treinamentos, mas não deve permanecer para a próxima temporada. Assim, Vanderson seguirá como única opção, assediado constantemente pelos europeus.

Zagueiros

Lucas Uebel / Divulgação / Grêmio
Ruan está vendido ao Sassuolo, da ItáliaLucas Uebel / Divulgação / Grêmio

Vendido ao Sassuolo, Ruan está de malas prontas para a Itália. Este ponto é preocupante, tendo em vista que Geromel e Kannemann não conseguem ter sequência de jogos devido às constantes lesões sofridas pela dupla. Assim, ainda restam Rodrigues e Paulo Miranda, caso o clube não busque outros defensores no mercado. Da base, despontam os jovens Emanuel e Heitor, necessitando de maior rodagem.

Volantes

Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação
Paraguaio Villasanti foi uma das contratações de 2021Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação

Este é um dos setores que o Tricolor está mais bem servido em quantidade. Não à toa Felipão recorre à utilização de um sistema de jogo com três volantes. Além dos experientes Thiago Santos e Lucas Silva, e do contratado Villasanti, o plantel ainda tem jovens como Darlan, Sarará, Fernando Henrique e Victor Bobsin.

Meias

Lucas Uebel / Divulgação/Grêmio
Campaz não conseguiu se firmar na equipeLucas Uebel / Divulgação/Grêmio

Embora tenha feito carreira na Europa como atacante, Douglas Costa voltou a ser usado como um camisa 10 em seu retorno ao Grêmio. Ainda assim, não é unanimidade nem aos olhos do treinador, que também abre mão de Jean Pyerre e do recém-contratado Jaminton Campaz.

Atacantes

Porthus Junior / Agencia RBS
Diego Souza (D) tem contrato até 31 de dezembroPorthus Junior / Agencia RBS

Três atacantes correm o risco de deixar o clube ao final do ano. Aos 36 anos de idade, Diego Souza, que atualmente ocupa a reserva de Miguel Borja, já manifestou o interesse em anunciar a aposentadoria.

Os outros dois casos envolvem dinheiro, pois estão emprestados. Para ficar com Luiz Fernando, o Tricolor terá de pagar R$ 1 milhão ao Botafogo, enquanto Léo Pereira, cedido pelo Ituano, custará R$ 600 mil. No entanto, o garoto Elias tem se destacado no Brasileirão de Aspirantes e pode receber mais oportunidades.

Ainda assim, é preciso ficar atento ao mercado, já que Ferreira tem uma multa rescisória considerada baixa para os padrões europeus, asiáticos e americanos: 8 milhões de euros (cerca de R$ 50,5 milhões).

Confira os jogadores em fim de contrato:

Ruan (vendido ao Sassuolo)
Rafinha (fim do vínculo)
Victor Ferraz (fim do vínculo)
Bruno Cortez (fim do vínculo)
Léo Pereira (emprestado pelo Ituano)
Luiz Fernando (emprestado pelo Botafogo)
Diego Souza (fim do vínculo)



Veja também