Vargas marca, mas Grêmio recua e cede empate ao Santos

1 de junho de 2013 - Às 21:19
Foto: Zanone Fraissat – Editada Sangue Azul

O Grêmio enfrentou o Santos na tarde deste sábado na Vila Belmiro e ficou no empate de 1 a 1. Vargas abriu o placar e Willian José empatou no segundo tempo. O time do Grêmio pareceu ‘não acreditar’ que poderia vencer e pouco atacou, principalmente no segundo tempo.

A partida começou com o Grêmio mais presente no campo de ataque e buscando as jogadas ofensivas. E foi em um lance muito rápido que o Tricolor abriu o placar. Aos 11 minutos, Zé Roberto deu lindo lançamento para Vargas, que na cara do gol, bateu na saída do goleiro do Santos e abriu o placar.

Mesmo vencendo, o Grêmio continuou controlando a partida. Quando não tinha a bola, marcava bem e o time do Santos não conseguia criar chances de gol. 
O primeiro tempo foi de apenas 4 finalizações para cada time. Sem chances, o placar terminou mesmo favorável ao Tricolor.
Volta do intervalo sem alterações. O time do Santos, como era de se esperar, voltou atacando mais, porém Dida, saindo bem do gol, evitava as jogadas e chances aéreas do time do Santos.
Porém, aos poucos, empurrado pela torcida, o time da casa começou a atacar mais e com chances dentro da área do Grêmio. Alex Telles salvou o Grêmio em cima a hora, aos 10 minutos.
Na metade do segundo tempo, entraram Kléber e Ramiro, nos lugares de Barcos e Adriano, respectivamente. E assim, o Grêmio começou a ter mais posse de bola, diminuindo a pressão exercida pelo time santista. Porém, mesmo assim, o time do Santos conseguiu chegar ao gol de empate aos 33 minutos com Willian José, batendo pênalti. Souza cometeu o pênalti ao dar um tapa na bola dentro da área.
O Grêmio parecia não ter forças para atacar e o Santos passou a dominar a partida. Neilton, aos 40 minutos, bateu da entrada da área e Dida defendeu no canto. Aos 42, após cruzamento na área, Kléber apareceu livre e cabeceou para defesa do goleiro. A partida se encaminhou para o final.



Veja também