Tricolor valoriza a Copa Sul-Americana, um caminho curto para a Libertadores

26 de novembro de 2011 - Às 14:07

Basta ao Grêmio um ponto para garantir matematicamente a vaga para a Sul-Americana do próximo ano. Esse ponto deve vir na partida de amanhã diante do Atlético-GO no Olímpico.

Atualmente, o campeão da Sul-Americana ganha vaga na Libertadores do ano seguinte, o que deixou a disputa mais séria, já que todos os times jogavam com reservas. No ano que vem, ao invés de 39 clubes participarem, serão 47, e a Conmebol estuda tirar a vaga da Libertadores da competição, mas nada está definido.
O Grêmio tem péssimo retrospecto, participou 4 vezes e nunca passou da primeira fase. E o Grêmio enaltece a competição para o próximo ano:
“A competição se tornou importante. Logo que surgiu, infelizmente, só tinha validade financeira. Agora não. Ela tem a importância que merece, grande. É uma competição interessantíssima. É um universo novo, com objetivos. Temos três competições que podem nos levar ao fim de tudo: a Libertadores. Mesmo que seja pouco para a história do Grêmio, temos que valorizar isso”, explicou Celso Roth.

Caso a Conmebol decidir tirar a vaga a Libertadores, tudo vai voltar a ser como era antes, então espero que a disputa continue sendo quente com esta possibilidade, este caminho mais curto de chegar a Libertadores.



Veja também