Foto: João Victor Teixeira

O Grêmio voltou aos trabalhos na tarde desta quarta-feira no CT Luiz Carvalho, após a partida contra o Londrina. Mas apesar da vitória e da tranquilidade pelo time estar consolidado no G-4 da Série B, o treino foi marcado pela tensão provocada por uma forte discussão entre Léo Gomes e Thiago Santos.

Os dois jogadores precisaram ser contidos pelos companheiros. Ambos estavam no mesmo time e começaram a trocar ofensas, até que o volante chutou a bola para longe e foi em direção ao lateral, mas foi contido por Mateus Sarará. Leonardo respondeu:

– Você está toda hora querendo brigar e mostrar que é homem.

A atividade foi interrompida, e os jogadores foram tomar água. Depois disso, treino seguiu normalmente sem interrupções, e os dois jogadores também continuaram os trabalhos.

Uma das novidades no trabalho foi Benítez. O argentino se recupera de lesão no joelho esquerdo e nesta quarta desceu ao gramado para realizar algumas corridas, ainda de tênis. Ele se lesionou em um treino na primeira semana do mês e tem prazo de recuperação de quatro e seis semanas.

Recém-contratado, Lucas Leiva também correu no gramado do CT. O volante faz uma espécie de intertemporada para estar apto a atuar partir do dia 18 de julho.

Entre os jogadores que treinaram também estava Ferreira. O atacante está sendo preparado para ficar à disposição a partir do fim de semana, contra o Bahia. Heitor, Pedro Lucas e Thiago Rosa não estiveram no CT, pois nesta quinta-feira irão reforçar o time de transição.

Contra o Bahia, Roger terá o desfalque de Biel e Villasanti, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. No meio, surgem como principias opções Sarará e Thiago Santos. No ataque, Elias é o mais cotado a iniciar, enquanto Ferreira, se for relacionado, pode ser alternativa.

Os dois times se enfrentam no próximo domingo, na Arena Fonte Nova, pela 16ª rodada da Série B. O Grêmio é quarto colocado e, caso vença, iguala o número de pontos do Bahia, terceiro.



Veja também