Trabalho reconhecido: Grohe é Seleção

2 de outubro de 2014 - Às 21:02
O goleiro gremista Marcelo Grohe foi convocado por Dunga para fazer
parte do grupo que enfrentará a Argentina

(Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
     Relembrando… Depois de amargar o banco de  reservas do Grêmio – e
aguentar firme – por um bom tempo, enfim Marcelo teve sua chance na equipe
titular do tricolor com a saída do goleiro Victor, que na oportunidade foi
vendido ao Atlético-MG. A fase como goleiro principal durou pouco, logo a
direção do tricolor contratou Dida para defender a meta do clube, (fato que
gerou certa revolta entre alguns torcedores, pois muitos já o consideravam
pronto para ser o titular) deixando Grohe no banco novamente. Marcelo aguentou
firme mais esse tempo, assim que Dida foi vendido ao coirmão, assumiu a
titularidade dentro do time.
     No começo, com a torcida dividida entre quem aprovava e quem não
concordava com Grohe como titular, o goleiro surpreendeu a todos, e fez com que
a direção gremista descartasse a chance de ter que contratar outro goleiro para
ser o titular.
     Dali em diante Marcelo só evoluiu. Vem a tempos provando (dentro de
campo) que deveria ter recebido uma oportunidade melhor antes. Foi responsável
por dar boas alegrias à torcida, com pênaltis defendidos e excelentes atuações
em todos os jogos. Atualmente é, sem dúvida, um dos – se não ‘o’ – melhores
goleiros do Brasileirão. Não leva um gol se quer a mais de um mês. E é um dos
responsáveis da evolução da equipe gremista na competição.
     A escolha de Marcelo é incontestável (ainda que haja quem seja contra).
Foi injustiçado e deu a volta por cima, calando a todos. Foi (e é) forte,
guerreiro, um verdadeiro vencedor. Está no ápice de carreira e o melhor: não
para de evoluir. Grohe ainda é jovem, esta foi sua primeira convocação para a
seleção principal, tem um futuro brilhante pela frente, no Grêmio, e por que
não na seleção? Quem sabe não o veremos na próxima Copa…?

“Marcelo, tu és a cara do Grêmio; tu és nosso maior orgulho. Tu me representa, Grohe!”


Veja também