A Promotoria do Torcedor puniu a torcida Geral do Grêmio pelo envolvimento em uma briga generalizada antes do Gre-Nal na final do Campeonato Brasileiro de Aspirantes, no dia 13 de outubro, em Caxias do Sul. A torcida está proibida de usar identificação, bandeiras e outros apetrechos por 90 dias.

Antes do jogo, vencido pelo Inter por 1 a 0, houve confronto entre a Geral e a torcida Super Raça Gremista, torcida que não é reconhecida oficialmente pelo clube. Vários torcedores foram detidos e depois liberados pela Brigada Militar.

O departamento jurídico do Grêmio diz não ter se envolvido no caso, já que a punição é exclusiva para a torcida. A pena imposta pelo Ministério Público vale para os últimos jogos do clube no ano e se estende para o começo da temporada 2020.



Veja também