Contratado em março deste ano para a disputa da Série B, Rodrigo Ferreira pode tornar realidade um desejo que revelou em sua entrevista de apresentação: permanecer no Grêmio por mais temporadas. O lateral chegou a Porto Alegre por empréstimo junto ao Mirassol, mas com contrato que prevê a obrigação de compra pelo clube caso atinja algumas metas.

Recentemente, algo parecido aconteceu com o Geromel. O zagueiro jogou 60% dos jogos do time em 2022 e, com isso, ativou uma cláusula de renovação automática por mais uma temporada.

No caso de Rodrigo Ferreira, o lateral precisa jogar pelo menos 45 minutos em 25 jogos para acionar cláusula da compra. No total, ele já defendeu o Tricolor em 13 jogos da Série B. Porém, em dois deles atuou menos de 45 minutos. Portanto, soma 11 partidas que contam para a meta e precisaria jogar pelo menos metade de mais 14 jogos para ser contratado em definitivo.

Rodrigo Ferreira em treino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

Rodrigo Ferreira em treino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

O Grêmio tem mais 17 rodadas a disputar na Série B, o que significa que Rodrigo Ferreira precisaria seguir como titular praticamente até o fim da competição para atingir a meta. Ele assumiu a vaga após a lesão de Edilson, com problema no músculo posterior da coxa direita, e desde então engatou uma sequência de oito partidas consecutivas na competição.

Apesar de retornar na próxima sexta-feira, contra o Guarani, o campeão da Libertadores de 2017 deve ficar no banco de reservas pelo período longe dos gramados. Antes de se machucar, Edilson era o dono da posição. No entanto, se Roger entender que o momento é de Rodrigo Ferreira e que é necessário mantê-lo na equipe, abre a possibilidade dessa condição contratual ser acionada.

Na sua chegada no Grêmio, o lateral chegou a citar que estava vivendo o auge da carreira, por ser a camisa mais “pesada” que estava vestindo durante a sua trajetória. Além disso, deixou claro que, apesar de ser um vínculo de empréstimo, seu objetivo era ser importante no time, levar o clube de volta à Série A e permanecer por mais tempo.

Quero fazer nossa história, ser vencedor dentro do clube e seguir por muitos anos

— Rodrigo Ferreira, lateral-direito do Grêmio

Em 13 jogos, o jogador de 27 anos ainda não teve participação direta em um gol marcado pelo Grêmio, ou seja, não balançou a rede e também não deu assistência. Por outro lado, vem cumprindo o papel e faz parte do sistema defensivo menos vazado da Série B.



Veja também