Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Michel tem a chance de voltar a atuar pelo Grêmio após dois anos e seis meses ou 915 dias. O volante, recuperado de uma artroscopia no joelho esquerdo, foi relacionado por Roger Machado pela primeira vez e será alternativa para o confronto desta terça-feira diante do Novorizontino.

O jogador de 32 anos não disputa uma partida oficial há quase um ano. A última vez que entrou em campo foi no dia 3 de julho, quando o Vasco venceu o Confiança por 1 a 0 pela Série B. À época, estava emprestado ao clube carioca. Pelo Tricolor, não participa de um jogo desde o longínquo 5 de dezembro de 2019, quando o Grêmio derrotou o Cruzeiro por 2 a 0.

O volante foi contratado pelo Grêmio justamente do clube paulista em 2017, após se destacar pelo Atlético-GO. No Tricolor, ganhou prestígio com Renato Gaúcho e participou das conquistas da Libertadores e Recopa Sul-Americana. Foi titular na disputa do Mundial do Clubes, quando a equipe perdeu para o Real Madrid por 1 a 0.

Depois de um bom início no Grêmio, Michel começou a sofrer com lesões. Passou por um procedimento cirúrgico no joelho esquerdo já em 2019. Em 2020, foi emprestado ao Fortaleza e precisou passar por outra cirurgia. No ano passado, foi emprestado ao Vasco na tentativa de recuperar o ritmo, mas esteve em campo apenas sete vezes.

Michel tenta mostrar a Roger que está livre das dores e pode ser uma opção para o decorrer da Série B. Pelo clube gaúcho, o volante disputou 104 partidas, com oitos gols marcados. Ainda conquistou dois estaduais. O contrato com o Tricolor expira no final de 2022.

O duelo com o Novorizontino ocorre nesta terça-feira, às 21h30, na Arena. A partida é válida pela 11ª rodada da Série B. O Grêmio está em sexto lugar com 14 pontos, empatado com os paulistas, mas uma posição à frente em razão do saldo de gols (3 a 0).



Veja também