Apresentado em 23 de abril como novo técnico do Grêmio, Tiago Nunes afirmou que o objetivo inicial em seu trabalho era dar prosseguimento ao ciclo vitorioso de Renato Portaluppi. Mas também precisaria de tempo para conhecer os jogadores e observar suas opções.

Pouco mais de um mês depois, o treinador conseguiu aliar seus dois objetivos. Já mandou a campo 45 atletas , conquistou dois títulos e vê os garotos com poder de decisão cada vez maior.

Foi o que ocorreu na manhã deste domingo. Com uma formação inédita e o auxiliar e analista de desempenho no comando, o Tricolor venceu o Santa Cruz por 3 a 0 e conquistou o bi da Recopa Gaúcha.

É o segundo título com Tiago, dias após o tetra no Campeonato Gaúcho. E são apenas 13 jogos pelo clube –apesar de ter perdido os últimos infectado pelo coronavírus. Assim como ele, jogadores titulares, membros da comissão técnica e funcionários estão em isolamento por conta do surto de Covid-19 no clube.

Léo Chú, Jhonata Robert, Guilherme Azevedo, Ricardinho, Léo Pereira e Guilherme Guedes: todos da base do Grêmio — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Léo Chú, Jhonata Robert, Guilherme Azevedo, Ricardinho, Léo Pereira e Guilherme Guedes: todos da base do Grêmio — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

A ideia inicial era usar o time sub-21 na partida, mas prevaleceu o consenso em rodar o elenco para avaliar as alternativas ao decorrer da temporada. Jogadores mais veteranos, como Victor Ferraz e Everton, tinham poucos minutos em campo em 2021.

— Achávamos importante que muitos jogadores que fazem parte do elenco principal ganhassem minutagem e mostrassem um pouco mais do que são capazes em jogo valendo título. Até porque estamos super satisfeitos com o andar da carruagem, com jogadores mais jovens, que foi estabelecido como estratégia do clube, fazer esse grupo da transição subir definitivamente — destacou o vice de futebol Marcos Herrmann.

Veja o ranking dos jogadores utilizados por Tiago Nunes:

  • 9 jogos: Brenno, Thiago Santos, Lucas Silva, Léo Pereira e Geromel
  • 8 jogos: Rafinha, Ruan, Matheus Henrique, Diego Souza, Churín e Guilherme Azevedo
  • 7 jogos: Vanderson, Cortez, Maicon, Ferreira e Ricardinho
  • 6 jogos: Darlan, Jean Pyerre, Luiz Fernando e Diogo Barbosa
  • 5 jogos: Léo Chú
  • 4 jogos: Paulo Miranda, Fernando Henrinque e Victor Bobsin
  • 3 jogos: Jhonata Robert
  • 2 jogos: Rodrigues, Chapecó, Victor Ferraz, Emanuel, Pepê e Elias
  • 1 jogo: Pedro Lucas, Pinares, Paulo Victor, Kannemannm, Adriel, Guilherme Guedes, Everton, Sarará, Heitor, Varela, Thayllon, Vini Paulista, Bitello e Rildo.

Conforme contagem do ge, de fato Tiago Nunes tem prezado por conhecer o elenco. Afinal, 45 atletas já foram utilizados pelo clube desde a estreia do treinador no jogo contra o Ypiranga, pelo Gauchão, no fim de abril.

O levantamento contabiliza a utilização do atleta, sem levar em conta a minutagem em campo. Quem mais jogou até aqui foram Brenno, Geromel, Thiago Santos, Lucas Silva e Léo Pereira, todos com nove oportunidades.

Guris decidem. De novo

Dentro das avaliações sugeridas por Tiago, três jogadores ainda não haviam aparecido a seus olhos em uma partida: foi assim com Everton, Guilherme Guedes e Adriel.

Everton apareceu como titular depois de iniciar o jogo contra o São Luiz no final de março, ainda sob o comando de Renato, pelo Gauchão. O goleiro Adriel, de 20 anos, atuou pela primeira vez no time principal do Tricolor.

Um pouco mais experiente, Guilherme Guedes, 22 anos, estreou na era Tiago Nunes. O lateral-esquerdo não atuava desde dezembro, quando jogou cerca de 50 minutos pelo time sub-23 contra o Avaí, no Brasileirão de Aspirantes.

Elenco do Grêmio festeja título da Recopa Gaúcha em cima do Santa Cruz — Foto: Lucas Bubols/ge.globo

Elenco do Grêmio festeja título da Recopa Gaúcha em cima do Santa Cruz — Foto: Lucas Bubols/ge.globo

Independentemente do processo de análise da comissão técnica, uma coisa não mudou. Mais uma vez, foram os garotos que decidiram o resultado para o Grêmio. Depois de um primeiro tempo de poucas oportunidades contra o Santa Cruz, Guilherme Azevedo, Léo Pereira e Jhonata Robert garantiram a vitória e o título da Recopa no segundo.

Mais experientes, o lateral Victor Ferraz, o centroavante Churín e o próprio Everton pouco contribuíram diretamente para o resultado e deram mais um passo atrás na avaliação de Tiago Nunes. Enquanto isso, jovens como Fernando Henrique, Victor Bobsin e Jhonata Robert seguem movimento contrário.

Agora, Tiago Nunes recolherá suas anotações e deve voltar aos trabalhos nesta segunda-feira, na reapresentação do elenco, às 15h30, no CT Luiz Carvalho. O próximo compromisso do Grêmio será na quinta, contra o Brasiliense, no Estádio Boca do Jacaré, para definir vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.



Veja também