Já são três jogos e 100% de aproveitamento pelo Grêmio. Mas a noite desta quinta-feira será de novidade para Tiago Nunes. O técnico comandará pela primeira vez a equipe dentro da Arena depois de estar presente nas cabines do estádio. Pode, inclusive, começar a fazer testes na equipe contra o Aragua, a partir das 19h15, pela Copa Sul-Americana.

Tiago Nunes esteve no estádio e assistiu das cabines à vitória sobre a La Equidad no dia 22 de abril. Desde então, o Grêmio viveu uma sequência de jogos fora de casa: contra Ypiranga, Lanús e Caxias. Três vitórias conquistadas.

— Estive à frente de três jogos fora de casa, não tive o prazer de estrear na Arena do Grêmio. Jogos com características competitivas, jogos difíceis e conseguimos manter a regularidade — disse Tiago.

No período, inclusive, o gramado da Arena passou por um período de manutenção para receber também um tipo de grama mais acostumada ao frio. Tiago Nunes enfim estreia dentro de casa, no banco de reservas à direita do túnel.

Tiago Nunes pode fazer mudanças em todos os setores do time — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Tiago Nunes pode fazer mudanças em todos os setores do time — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Dali do reservado, podem sair novos nomes até agora não utilizados. Se abre como a possibilidade mais clara para Tiago Nunes promover mudanças na equipe.

Fernando Henrique e Pedro Lucas foram relacionados e podem receber as primeiras chances com o novo treinador, mais provável que durante a partida. Darlan jogou poucos minutos na vitória sobre o Ypiranga.

Os laterais Vanderson e Diogo Barbosa devem aparecer na linha defensiva — Barbosa ainda não atuou com o treinador. No meio, Maicon deve ser o substituto de Matheus Henrique, com entorse no tornozelo direito. Lucas Silva pode entrar para Thiago Santos ganhar um descanso.

Para o lado do campo, as alternativas a Ferreira e Léo Pereira são Guilherme Azevedo, que retornou de lesão, e Luiz Fernando. Churín deve ganhar a vaga no centro do ataque pela sequência de jogos de Diego Souza, a dois meses de completar 36 anos.

A equipe provável acaba por ser uma incógnita por isso. Mas vai defender o 100% de aproveitamento de Tiago Nunes e a liderança do Grupo H da Sul-Americana, com seis pontos. Aliás, só o primeiro da chave se classifica para a próxima fase.



Veja também