Tiago Nunes tratou de amenizar a atuação de Jean Pyerre no empate do Grêmio com o Brasiliense na última quinta-feira, no Serejão, na classificação às oitavas de final da Copa do Brasil. O técnico, no momento, deixará o tempo passar até que o melhor futebol do meia volte a aparecer.

Jean foi titular por 67 minutos. Foi a sua quarta partida seguida pelo Grêmio. No jogo, o meia acertou 27 passes e teve outros sete interceptados. Também deixou uma impressão de se apresentar pouco aos companheiros. Para Tiago Nunes, há um “desconto” a ser dado.Hoje (quinta-feira) o seu futebol fica comprometido pela questão do gramado. Mas ele competiu, se esforçou, marcou, tentou fazer o melhor que pode.— Tiago Nunes em entrevista coletiva

— Não é questão de ser fundamental ou não. Às vezes pode ser fundamental sem fazer jogada plástica ou gol. Se tem muita expectativa com o Jean, mas ele vai se adaptar às nossas ideias. Na minha avaliação, está se portando bem e temos que dar tempo para fazer seu melhor futebol — disse.

Jean Pyerre em ação contra o Brasiliense — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Jean Pyerre em ação contra o Brasiliense — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Jean ficou no banco de reservas no Gre-Nal da final do Gauchão. Depois, atuou 45 minutos contra o Ceará, foi titular no primeiro jogo contra o Brasiliense e entrou nos 14 minutos finais contra Santa Cruz, na Recopa Gaúcha.

A tendência é que Jean siga no time titular para o jogo de domingo, a partir das 16h, na Arena, contra o Athletico-PR, pela 3ª rodada da Série A do Brasileirão. Resta saber se sua performance terá uma melhora. Para isso, o elenco treina nesta sexta-feira e sábado no CT Luiz Carvalho.



Veja também