Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A eliminação para o Mirassol na Copa do Brasil trouxe mais um capítulo de pressão para Thiago Santos no Grêmio. O volante convive com críticas desde a sua chegada, mas não pensa em deixar o clube. Além disso, os sinais são de que ele segue respaldado no time titular.

Trata-se de um gesto de confiança do técnico Roger Machado no camisa 5. O treino de quinta-feira indicou a escalação do volante junto com Villasanti para o duelo de sábado, contra o Novo Hamburgo, algo que estava previsto também para o Gre-Nal adiado.

Ao mesmo tempo, a pressão sobre o meio-campista se intensificou após a derrota de terça-feira. As críticas nas redes sociais se repetem em cima do jogador, que estava suspenso na estreia de Roger Machado, com vitória por 4 a 0 sobre o São Luiz.

Nos bastidores, o ge ouviu que Thiago Santos não pensa em deixar o Grêmio por conta do contexto atual. Até houve interesse de outros clubes em contato com o Tricolor, mas nenhuma conversa avançou a ponto de se tornar proposta.

A intenção do volante é trabalhar no dia a dia em busca de melhores resultados dentro de campo. Ele vê que a pressão é natural ao vestir a camisa do Grêmio. O técnico Roger Machado inclusive falou sobre a cobrança em cima dos jogadores:

A gente procura trabalhar emocionalmente o atleta porque ele sabe o que vai enfrentar. Estamos defendendo uma camisa muito pesada e as cobranças vêm inevitavelmente – afirmou o comandante após a eliminação na Copa do Brasil.

No Grêmio, conforme ouviu o ge, não há movimentos para que o volante deixe o clube. Roger é quem tem a carta branca para utilizá-lo ou não. E deve manter Thiago Santos como titular para o jogo de sábado. Ao menos foi a indicação no treinamento de quinta-feira.

Quando contratado, em março de 2021, o atleta gerou rejeição em redes sociais. Depois, em determinado momento, muitos gremistas passaram a elogiá-lo, até com pedidos de perdão pela série de críticas.

O ciclo atual volta a mostrar as cobranças, especialmente a partir do rebaixamento, da insistência do então técnico Vagner Mancini na dupla com Lucas Silva no meio de campo. A eliminação na Copa do Brasil com erros individuais de Thiago é mais um complemento.

O Grêmio volta a treinar na manhã desta sexta-feira no CT Luiz Carvalho. No sábado, às 16h30, a equipe enfrenta o Novo Hamburgo pela 10ª rodada do Gauchão. Com 17 pontos, o Tricolor é o vice-líder.



Veja também