Após uma semana de reclusão e atividades suspensas por conta da pandemia do coronavírus, o jogadores do Grêmio são esperados para retomar os trabalhos na terça-feira no CT Luiz Carvalho, conforme a programação oficial do clube. Masisso dificilmente ocorrerá devido à escala crescente da doença no Brasil, ainda distante do pico.

Em contato com o GloboEsporte.com, o vice-presidente de futebol Paulo Luz afirmou que a diretoria reavaliará o planejamento nesta segunda-feira antes de tomar a decisão final. Até o momento, o elenco não recebeu qualquer notificação.

A tendência é de que as atividades sigam suspensas por um período maior. Resta saber se será apenas um adiamento ou uma paralisação sem prazo para retorno, a exemplo do que ocorre, por exemplo, com o Inter.

Grêmio entrou em campo com máscaras na partida contra o São Luiz — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Grêmio entrou em campo com máscaras na partida contra o São Luiz — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

O Grêmio interrompeu os treinamentos na última terça-feira. Na sexta, os jogadores foram ao CT em pequenos grupos para passar por exames e fazer vacinação contra a gripe.

Neste período, os atletas receberam instruções para manter atividades físicas dentro de casa, sem ir a academias ou ter contato com outras pessoas. Além, claro, de reforçar a necessidade de lavar as mãos e evitar levá-las ao rosto.

— Todos os atletas, funcionários e membros da comissão técnica foram orientados quanto ao coronavírus e seus sintomas, meios de transmissão e medidas preventivas. Recomendamos a resguardarem-se em suas casas, com seus familiares. Também receberam uma cartilha com todas as orientações médicas e nutricionais — afirma o médico Márcio Dornelles.

Médicos do Grêmio atendem Maicon no CT Luiz Carvalho — Foto: Divulgação/Grêmio

Médicos do Grêmio atendem Maicon no CT Luiz Carvalho — Foto: Divulgação/Grêmio

O departamento médico segue atento a todas as novidades com relação à Covid-19, doença transmitida pelo coronavírus. Até o momento, dois vice-presidentes e um dirigente das categorias de base testaram positivo para o vírus.

O adiamento – ou suspensão – da reapresentação vai ao encontro das políticas adotadas pelo governo estadual, de restringir ao mínimo possível a circulação de pessoas na cidade para reduzir o contágio do coronavírus. Até a noite de domingo, o Rio Grande do Sul havia registrado 77 casos. No Brasil, o número passou de 1,6 mil.

O Campeonato Gaúcho está suspenso por um período de 15 dias desde a última segunda-feira por conta da pandemia. A Libertadores também foi paralisada pela Conmebol ao menos até o dia 5 de maio.



Veja também