Foto: estadão conteúdo

A derrota por 1 a 0 para o Grêmionão afetou a avaliação do grupo. Pelo contrário. Os tricolores deixam a Vila Belmiro na noite deste domingo com um saldo positivo perante os olhos de comissão técnica e dirigentes.

Com o foco na decisão da Libertadores, o departamento de futebol mandou a campo uma equipe alternativa. Os titulares, principais reservas, Renato Gaúcho e até mesmo o auxiliar Alexandre Mendes permaneceram em Porto Alegre. Em campo, uma equipe desentrosada e repleta de garotos. Até por isso, o técnico do grupo de transição, César Bueno, que comandou o time em Santos, elogiou a performance:

– Foi uma partida muito complicada. Pegamos um time dentro do G-4 motivado. Não foi fácil. Tínhamos uma preocupação. No geral, foram bem. Sofreram no final, quando houve alguns contra-ataques. Mas, no geral, a avaliação foi boa.

Até em razão de a equipe estar com muitos meninos, jogadores com mais bagagem como Cristian e Jael seguiram até o final. Após o duelo, Bueno comentou que eles serviram justamente para dar suporte aos parceiros.

– Não houve uma ordem para que eles terminassem o jogo, mas, por serem experientes, davam uma sustentação emocional ao time – declarou.

Com uma sintonia com Renato, César comentou que o técnico acompanhou o duelo. E, conhecedor dos jogadores, tem sua análise sobre o que ocorreu, mas oferecerá sua avaliação também caso seja necessária.

– O Renato assistiu e, melhor do que ninguém, sabe o que ocorreu. Qualquer dúvida que tenha, responderei, mas ele conhece e trabalha com os meninos. Está bem ciente do que ocorreu – concluiu.

Com o resultado, o Grêmio soma 61 pontos e está em segundo no Brasileirão. Na próxima rodada, recebe o Atlético-GO na Arena. Antes, no entanto, volta a concentrar as forças na Libertadores. Nesta quarta-feira, começa a decisão em busca do tricampeonato da América. O confronto com o Lanús será disputado às 21h45, na Arena.



Veja também