Foto: Mauro Schaefer

Em julgamento do Pleno, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) reduziu nesta quarta-feira a multa aplicada ao Grêmio pela presença da filha do técnico Renato Portaluppi, Carol, no gramado da Arena na final da Copa do Brasil do ano passado.

O Tricolor terá agora de pagar R$ 50 mil e não R$ 60,8 mil, como no primeiro julgamento. Além da considerada invasão de campo de Carol Portaluppi, na multa está inclusa a infração pelo arremesso de boninas no campo e pelo uso de sinalizadores pela torcida no valor de R$ 3,8 mil, totalizando R$ 53,8 mil.

Pena de Erazo reduzida

O Pleno do STJD também reduziu a pena ao zagueiro do Atlético-MG Erazo pela confusão com o gremista Walter Kannemann na final. Erazo teve a suspensão de quatro jogos reduzida para duas partidas ao ter a sua denúncia de agressão ao argentino desclassificada para ato desleal ou hostil.



Veja também