Foto: Lucas Uebel

Principais destaques do Grêmio na campanha vitoria de 2017, os meias Luan e Arthur despertam interesse do futebol europeu e são as principais dúvidas em relação a manutenção do time que conquistou a Libertadores. No entanto, o Tricolor garante que ainda não recebeu propostas pelos atletas. O gerente de futebol do Grêmio, André Zanotta, revelou que o clube ainda não recebeu nenhum contato por Luan. O dirigente remunerado sabe que o jogador sofreu assédio de vários empresários, mas crê que Arthur está mais próximo de ser transferido.

“O que eu percebo no interesse do mercado de fora é que os clubes se interessam por atletas mais jovens. Eles podem trabalhar o jogador depois da contratação para ele evoluir. O Luan está mais pronto (tem 24 anos e completa 25 no dia 27 de março) e tem alguns anos para chegar no auge dele, mas o Arthur é um jogador mais jovem (21 anos). Na minha visão, são os dois jogadores mais valiosos que têm no (futebol do) Brasil. Da mesma forma do Arthur, talvez não com a mesma intensidade, o Luan também tem grandes rumores de clubes grandes europeus buscando informações. Chega até nós o interesse destes clubes, então, o risco de perder um ou até os dois existe”, revelou Zanotta em entrevista ao Sportv.

Pensando exclusivamente no rendimento da equipe e em reforçar o elenco para 2018, o gerente prevê contratações, mas crê que o clube conseguirá manter o grupo que conquistou a América neste ano. “A janela de janeiro é de reposição e os europeus não vem com investimentos fortes. Estamos bem tranquilo que iremos manter a base do elenco campeão da Libertadores será mantido”, ressaltou o dirigente.

O planejamento do Grêmio, além de reforçar as posições que perder atletas, é fazer contratações para deixar o time reserva em condições de contribuir quando os titulares forem preservados nas muitas competições que o Tricolor terá em 2018.



Veja também