Alisson não seguirá no Grêmio em 2022. Apesar de o negócio com o Santos ter sido frustrado, o meia-atacante entende que é o momento de buscar “novos ares” para a próxima temporada e aguarda futura movimentação do mercado.

As tratativas do jogador de 28 anos com o Peixe não prosperaram. A restrição financeira na Vila Belmiro para honrar a folha salarial travou o avanço. Este ponto, inclusive, é um exemplo das dificuldades que o Tricolor irá encarar para se desfazer de Alisson.

Será preciso encontrar um clube com capacidade para absorver todos os vencimentos do jogador e manter o padrão que encontra hoje na Arena – tanto de forma definitiva quanto por empréstimo.

Em caso de cedência por um período estipulado, os interessados tendem a pressionar para bancar apenas uma fatia do salário. O contrato dele com o time gaúcho vai até o fim de 2023.

— Eu, como torcedor, admiro e adoro as qualidades do Alisson. É um profissional totalmente comprometido, que passou a gostar do clube, mas quer mudar de ares. Deixará muita saudades a todos aqui. É profissional de alto nível, dedicado. Quando se machucou, ficou muito chateado. Trabalhava de manhã e de tarde na fisioterapia. Só que, juntamente com seu empresário, achou que chegou o momento da mudança — destacou o vice de futebol Denis Abrahão em entrevista para a RBS TV.

As rodas de discussões com o Peixe ocorreram nos últimos dias, mas sem um desfecho positivo. O executivo Edu Dracena descartou a contratação do camisa 23.

— (O Alisson) foi oferecido ao clube. A gente entende que não é o momento de trazê-lo. Até porque o clube não tem condições financeiras para pagar o salário que hoje ele recebe no Grêmio. Então, temos que ser bem realistas com isso — esclareceu o dirigente santista.

Alisson não conseguiu impedir o rebaixamento do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Alisson não conseguiu impedir o rebaixamento do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A direção do Grêmio aguarda interessados para abrir nova negociação. Em 2021, Alisson atuou em 41 jogos e marcou quatro gols. Considerado “talismã” da equipe pelos gols marcados em momentos decisivos, passou a ser um dos principais alvos da torcida pela campanha que culminou no rebaixamento à Série B.

Em suas quatro temporadas pelo Grêmio, participou de 185 partidas e marcou 23 gols. Conquistou o tetracampeonato gaúcho e a Recopa Sul-Americana no período.



Veja também