Félix Zucco / Agencia RBS

O Grêmio enfrenta o Novorizontino, nesta terça-feira (7), tentando quebrar o incômodo jejum de cinco jogos sem vencer na Série B do Brasileirão. No período, a equipe acumula uma derrota para o Cruzeiro e empates contra Ituano, Criciúma, Vila Nova e Vasco. Nestas partidas, apenas um gol foi marcado.

E para o confronto com os paulistas, que têm os mesmos 14 pontos do time de Roger Machado e só estão uma posição atrás na classificação — sexto lugar — por conta do saldo de gols, Campaz e Villasanti seguirão de fora por estarem com as seleções da Colômbia e Paraguai, respectivamente, e Martín Benítez, que irá parar por seis semanas por conta de uma lesão no joelho esquerdo sofrida no treinamento do último sábado.

O treinador gremista deve manter a formação com três zagueiros, utilizada nas partidas contra Vila Nova e Vasco e também na goleada diante do Glória na decisão da Recopa Gaúcha. Sem contar com o trio de estrangeiros, a tendência é pela manutenção de Thiago Silva na vaga de Villasanti e do ingresso de Janderson no lugar que foi ocupado por Campaz contra o Vila Nova e Benítez diante do Vasco.

Desde que passou a treinar essa formação, Roger sempre testou estes jogadores na função pelo lado direito. Além deles, o centroavante Ricardinho tem sido escalado pelo setor durante os treinos, mas no time reserva.

Após o fraco treinamento realizado no domingo (5) pela manhã, o grupo de jogadores voltará às atividades na tarde desta segunda (6), quando a equipe será definida em trabalho com portões fechados. O time para terça deve ter: Brenno; Bruno Alves, Pedro Geromel e Kannemann; Edílson, Thiago Santos, Bitello e Nicolas; Janderson, Diego Souza e Biel.

Grêmio e Novorizontino se enfrentam na terça, às 21h30, na Arena. A partida é válida pela 11ª rodada da Série B.



Veja também