Mesmo que tenha um jogo a menos, o Grêmio patina no Brasileirão. Além da 14ª posição com oito pontos em sete partidas disputadas, a equipe gaúcha tem o segundo pior ataque da competição. E a dificuldade para balançar as redes se traduz nos números. O Tricolor é o time que mais precisa chutar para marcar um gol.

A força ofensiva do Grêmio marcou apenas cinco vezes até o momento na Série A, o que dá uma média de 0,71 por jogo. Só não é o pior ataque porque o Coritiba tem apenas quatro.

Se o número de gols preocupa, a pontaria chama ainda mais atenção. O Grêmio finaliza 11,9 vezes por partida, o segundo no ranking, conforme estatísticas do SofaScore. À frente dele, está o Atlético-MG (3ª colocado), com 12,9, e atrás, o São Paulo (2º colocado), com 11,5.

O empate em 1 a 1 com o Atlético-GO, no último domingo, é a exceção gremista. Foram apenas cinco chutes em busca do gol.

Pepê lamenta gol perdido pelo Grêmio contra o Sport — Foto: Lucas Bubols/ge

Pepê lamenta gol perdido pelo Grêmio contra o Sport — Foto: Lucas Bubols/ge

Ainda conforme o SofaScore, o Tricolor precisa de 16,7 chutes para marcar um gol. Ninguém no Brasileirão tem tamanha necessidade para balançar as redes. Algo que ficou explícito na derrota por 2 a 1 para o Sport na última quinta. Na ocasião, o time finalizou 31 vezes para vazar o adversário somente em uma oportunidade.

– Não começamos tão bem, mas a diferença para o terceiro, quarto, está em quatro ou cinco pontos (nota da redação: são seis pontos de distância ao Vasco, que fecha o G-4). Sabemos que precisamos melhorar. É óbvio, nítido. Mas daqui a pouco a bola entra e tudo volta a seu lugar – confia o técnico Renato Portaluppi.

A artilharia gremista no Brasileirão tem Pepê à frente, com dois gols, seguido por Diego Souza, Thaciano e Isaque, todos com um. Só que o goleador convive com um desconforto na coxa esquerda. Seu retorno na quinta-feira, contra o Bahia, não está garantido.

Pepê, aliás, não é o único problema. Em Salvador, o Grêmio terá sete desfalques. Victor Ferraz e Maicon seguem fora também com dores musculares. Jean Pyerre teve constatada uma lesão na coxa direita. Pedro Geromel e Kannemann cumprirão suspensão. Opção na lateral esquerda, Guilherme Guedes ainda não tem condições de jogo.

Conhecido como “Homem-Gol” pelos torcedores, o ídolo e técnico Renato Portaluppi terá de ajudar os pupilos a corrigirem os problemas de finalização das jogadas.

Sem Jean Pyerre e com Thiago Neves a rescindir o contrato, Isaque, autor do gol diante do Atlético-GO, será mantido na trinca de meias junto a Alisson e Everton para municiar Diego Souza.

Na 14ª colocação com oito pontos, o Grêmio se prepara para encarar o Bahia na quinta-feira. A partida, válida pela nona rodada do Brasileirão, será disputada nesta quinta-feira, às 19h15, no Pituaçu.



Veja também