Foto: Lucas Uebel / Grêmio, DVG

A saída de Ramiro para o Corinthians, antes considerada improvável pela importância do volante dentro do elenco, já é vista como encaminhada. O Grêmio mesmo admite, extraoficialmente, a possibilidade de venda do meio-campista. Com perfil de “motorzinho”, Ramiro já tem o substituto dentro do elenco e divide opiniões da torcida.

O número um de Renato Gaúcha para preencher a lacuna no lado direito do meio de campo é Alisson, que inclusive terminou o ano praticamente como titular da equipe. Ao longo da temporada, tornou-se a reposição imediata a Ramiro entre os jogadores do atual plantel gremista. Marinho também é alternativa, mas ainda não deu a resposta esperada pelo clube.

Alisson surge como substituto natural de Ramiro  — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Alisson surge como substituto natural de Ramiro — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Desde 2013 no clube gaúcho, Ramiro foi peça determinante no crescimento do Grêmio a partir da chegada do técnico Renato Gaúcho. Relegado ao banco com Roger Machado, passou a ser jogador-chave ao atuar aberto pelo lado direito do meio-campo. Virou titular inquestionável nas campanhas dos títulos da Copa do Brasil de 2016, da Libertadores de 2017, do Gauchão e da Recopa em 2018.

Mas seu rendimento inegavelmente ficou abaixo nesta temporada. Ramiro fez 11 gols em 2017, em 60 partidas. Em 2018, foram só quatro gols em 45 jogos. Pontualmente, voltou a ser utilizado como volante no meio-campo, apesar de ter praticamente se fixado aberto pelo lado direito.

Ramiro estava de férias nas Bahamas com a namorada e retorna nos próximos dias ao Brasil para analisar junto ao pai e empresário Gilnei Benetti a proposta do Corinthians. A situação já está encaminhada pelos primeiros contatos feitos. A direção gremista admite, em contatos informais, que a saída deve ocorrer. O entendimento é que o ciclo do meio-campista chegou ao fim após cinco anos de serviços prestados.

Grêmio entende que ciclo de Ramiro chegou ao fim — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Grêmio entende que ciclo de Ramiro chegou ao fim — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Opiniões divididas

A torcida do Grêmio passou boa parte do segundo semestre contestando a presença de Ramiro entre os titulares. A cada postagem da escalação no Tempo Real do GloboEsporte.com, muitas respostas questionavam o camisa 17. Por outro lado, Renato nunca deixou de ter admiração pela intensidade e dedicação de Ramiro.

Alisson e Marinho são os principais nomes para a função em 2019. O primeiro foi contratado no início do ano, se firmou e terminou o ano com status de titular. O segundo, comprado por R$ 9 milhões, não deslanchou. Mas o Grêmio tem a confiança e espera que, com uma pré-temporada, o meia-atacante possa render o esperado.



Veja também