Rui Costa garante que Grêmio não fará exageros por reforços

Dirigente comentou que o clube segue tentando reforços mas não sairá da política financeira

27 de janeiro de 2016 - Às 06:44
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

O Grêmio não nega que segue em busca de reforços para o elenco. Mas o que o clube também confirma é que não sairá da política financeira para fazer contratações caras. Quem confirma isso é o dirigente Rui Costa:

“O Grêmio tem um compromisso com esse grupo atual e com nossa política de reequilíbrio financeiro. Não podemos em nenhum momento sair dessa nossa política reequilíbrio do clube para os próximos dois, três ou quatro anos. O futebol é o que mais gasta e investe e tem de fazer parte desse processo”, disse Rui Costa.

O Grêmio de fato tentou Robinho, mas não poderia arcar com todos os custos do jogador:

“Quando nós planejamos trazer o Robinho, partimos de um princípio de que esse jogador não poderia gerar um desequilíbrio interno no vestiário e financeiro. Não apenas o Robinho, qualquer jogador que for contratado deve se adaptar à nossa realidade. Qualquer jogador com perfil do Robinho terá de se adaptar a essa politica”, seguiu.

Para ajudar nas contratações de bons nomes, o Grêmio tenta planos de Marketing e ajuda de investidores para que não fique com todos os custos de contratação.



Veja também