Com poucos zagueiros à disposição, Ruan estreou como titular do Grêmio no último domingo, na vitória diante do Atlético-GO, e saiu de campo com elogios do técnico Renato Portaluppi. O jovem já atuou outras vezes na temporada entrando nos minutos finais, mas nunca desde o início.

Ruan, de 21 anos, formou dupla com Paulo Miranda e teve uma atuação segura na maior parte do jogo. Mas falhou em alguns lances, inclusive no gol sofrido. Nada que preocupe no processo de lapidação de Renato, que vê no jovem o futuro da zaga gremista ao lado de Rodrigues.

– Ele não vem jogando mais porque temos grandes zagueiros, da mesma forma que ele é. A gente está lapidando ele, tirando alguns defeitos, mas ele tem muitas qualidades também. Vivo falando para o presidente, tanto ele quanto o Tonhão (Rodrigues), são jogadores que no futuro, praticamente, será a dupla de zaga do Grêmio. Hoje ele (Ruan) demonstrou isso, apesar de estar há muito tempo sem jogar, ele foi muito bem – disse.

Ruan foi titular do Grêmio contra o Atlético-GO — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Ruan foi titular do Grêmio contra o Atlético-GO — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Ruan ganhou a oportunidade principalmente pelos desfalques recentes do Grêmio. Kannemann precisou cumprir suspensão contra o Atlético-GO. Geromel sentiu um problema na coxa no primeiro tempo do jogo com o São Paulo, assim como David Braz, com desconforto muscular.

Logo, sobraram apenas Ruan, Paulo Miranda e Rodrigues – esse último só entrou nos minutos finais contra o Atlético-GO, já que pode ser titular na decisão contra o São Paulo. Isso porque Geromel tem poucas chances de se recuperar a tempo.

O Grêmio se reapresenta na tarde desta segunda-feira e inicia a concentração para o jogo com o São Paulo. Na terça, treina pela manhã e viaja para a capital paulista. O jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil ocorre na quarta, às 21h30, no Morumbi.



Veja também