Romildo ressalta vontade do Lanús e pede atenção para final

Presidente do Grêmio mostrou preocupação com time argentino

2 de novembro de 2017 - Às 05:41
Foto: Fabiano do Amaral

Classificado para sua quinta final de Libertadores, o Grêmio enfrentará um estreante na decisão do principal torneio continental. Exatamente essa busca por um título inédito do Lanús é que preocupa o presidente Romildo Bolzan Jr. O dirigente avaliou que a maior ambição foi o que determinou a virada do Lanús sobre o River Plate e ressaltou a necessidade de cuidados para o Tricolor.

“Acho que eles ganharam do River Plate exatamente porque tiveram mais vontade de ganhar e devem reproduzir isso para a sequência da competição. Vendo o jogo ontem até fiquei surpreso com a falta de reação do River. Vamos ter que observar bem essa equipe (Lanús)”, disse o dirigente.

Do que já conhece do Lanús, Bolzan avaliou que o time argentino tem um estilo parecido com o do Grêmio. “Vejo muitas semelhanças. São equipes com jogadores maduros, experientes, conscientes e que sabem o que fazem. São equipes com esquemas definidos e tudo isso reflete um time que vimos jogar ontem. Todas essas características você vê no time do Grêmio. São times parecidos e heroicos, que vão em busca do que querem”, avaliou.

Para encerrar, Romildo foi questionado se uma eventual decisão com o River Plate não seria mais “charmosa” que com o Lanús e respondeu da seguinte forma: “A final poderia ser mais charmosa com River e Grêmio, mas será mais disputada entre Lanús e Grêmio”, comparou.



Veja também