O Grêmio buscou o empate em 1 a 1 com o Novo Hamburgo na tarde deste sábado, no Estádio do Vale, pela 10ª rodada do Gauchão, mas o resultado foi pouco tratado na entrevista coletiva do técnico Roger Machado após a partida.

Até porque agora já começa a preparação ao Gre-Nal 435, remarcado para a quarta-feira, às 21h, no Beira-Rio. Ainda sem saber a extensão do problema na coxa direita sentido por Diego Souza, ele admite problemas na escalação da equipe e vê “condição boa” no empate deste fim de semana.

– O certo é que nossas opções estão reduzidas, principalmente no ataque. Possivelmente perdemos o Diego (Souza). Agora a gente analisa como fortalece o meio-campo. O Internacional joga muito internamente. Hoje (Sábado) já optei por colocar o Campaz como meia de ligação. Gabriel (Silva) jogou mais aberto pela esquerda e tem mais destreza para o drible contra o adversário. Teremos que ser mais objetivos no clássico, mas foi um ponto para nos levar numa condição boa – afirmou Roger.

Roger Machado durante a partida no Estádio do Vale — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Roger Machado durante a partida no Estádio do Vale — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Mais uma vez, o Grêmio melhorou no jogo com a entrada de atletas que estavam no banco de reserva, a maioria deles jovens. Bitello e Gabriel Silva, este autor do gol de empate, receberam elogios do técnico, mas ainda serão aproveitados aos poucos.

– O certo é a gente entender que não tenho receio de colocar os jogadores jovens. Eles são nossa esperança, não solução. Precisam estar mais estáveis ao lado de jogadores mais experientes. Não posso ter preocupação com a idade, porque aos 18 anos um corajoso me colocou a jogar também. Mas vamos analisar as possibilidades para os próximos jogos – comentou.

O empate mantém o Grêmio na segunda colocação do Gauchão, agora com 18 pontos. Na próxima quarta-feira, terá o Gre-Nal adiado do último sábado, às 21h, no Beira-Rio.



Veja também