Roger recusa o dobro do salário no Corinthians e permanece no Grêmio

Roger foi indicação do técnico Tite mas prefere permanecer no Grêmio

16 de junho de 2016 - Às 12:04
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

O técnico Roger Machado foi procurado pela diretoria do Corinthians logo após o técnico Tite sair do clube paulista para a seleção Brasileira. O próprio técnico indicou Roger para a diretoria do Corinthians. Em contato nesta quinta-feira e conforme informações, o técnico do Grêmio rejeitou a proposta que seria o dobro do salário que ganha atualmente no Tricolor, mas recusou o time paulista e segue em Porto Alegre.

– Nos reunimos durante a manhã no CT Luiz Carvalho, ele (Roger) nos avisou desse convite, que já foi negado. Irá permanecer no Grêmio – revelou o vice de futebol Alberto Guerra, ao GloboEsporte.com.

Sua multa rescisória seria de R$ 1,5 milhão, o que não seria empecilho ao time paulista. O vínculo de Roger com o Tricolor vai até o final de 2017. O Corinthians entrou em contato de madrugada com o representante de Roger Machado. Em nenhum momento a diretoria do Grêmio foi consultada.

Roger é ídolo no Grêmio já tendo conquistado como jogador títulos da Libertadores, Recopa, três vezes da Copa do Brasil, Brasileirão e outros quatro títulos do Gauchão. Fez grande campanha no Brasileirão 2015 e segue tendo bom desempenho nesta temporada.

Apesar das eliminações ocorridas nesta temporada, sua saída do clube nunca foi cogitada.



Veja também