Foto: Eduardo Moura

O Grêmio saiu com a vantagem no primeiro jogo da final do Gauchão ao vencer o Ypiranga por 1 a 0 na tarde deste sábado, no Colosso da Lagoa. O gol da vitória saiu nos acréscimos do segundo tempo, em pênalti convertido por Lucas Silva. Roger Machado elogiou sua equipe e disse que não está preocupado com as chances perdidas no primeiro tempo.

Na entrevista coletiva após a partida em Erechim, o treinador se mostrou satisfeito com a atuação do Grêmio. Fora de casa, o Tricolor adotou uma postura de contra-atacar o adversário e criou chances de gol, principalmente no primeiro tempo.

– Foram dois tempos distintos. No primeiro conseguimos roubar a bola no campo do Ypiranga, o encaixe de marcação funcionou bem e colocamos duas bolas na trave. No segundo, imaginávamos que o Luizinho faria mudanças para voltar melhor. Tentamos colocar o adversário em condição melhor para contra-atacar. Mas foi um bom jogo – analisou o técnico.

Acho que construímos uma vantagem importante contra um grande equipe coletivamente, que tem princípios claros, que com certeza vai trabalhar para reverter a vantagem que criamos”— Roger Machado

Especialmente na primeira etapa, o Grêmio encaixou a marcação no meio-campo, aproveitou os erros do adversário e criou cerca de oito chances claras para abrir o placar. Na frente do gol, Edson brilhou ou os tricolores pecaram na finalização.

Ao ser questionado sobre as oportunidades perdidas, o técnico tricolor disse não estar preocupado com a situação. Roger Machado apontou a condição do gramado como um dos motivos pelas finalizações erradas.

– Perdeu porque perdeu. Às vezes tu dá um chute despretensioso e acerta a gaveta. O Campaz hoje colocou duas na trave, não sei se ele quis fazer aquilo. Mas tenho que exaltar o número de oportunidades que a gente criou. O gramado dificultou as finalizações. Temos que trabalhar para melhorar, mas vindo dos jogadores que vieram, que têm por virtude a finalização, eu não me preocupo. Foi só uma tarde – justificou o comandante.

Na segunda etapa, o Grêmio deu mais espaço para o Ypiranga, que melhorou na partida e chegou com mais perigo. Nos acréscimos da etapa final Guilherme Amorim derrubou Churín dentro da área. Após revisão no VAR, o árbitro Anderson Daronco confirmou a penalidade. Na cobrança, Lucas Silva converteu e confirmou a vitória em Erechim.

No próximo sábado, dia 2 de abril, o Grêmio recebe o Ypiranga, na Arena, a partir das 16h30. O Tricolor pode empatar que fica com o título do Campeonato Gaúcho. Se perder por um gol de diferença a decisão vai para os pênaltis. Derrota por mais de um gol dá o título ao Canarinho.



Veja também