Roger coloca derrota para o São Paulo-RS na conta de erros individuais

Para o treinador, Grêmio não fez uma má partida e esteve bem em 70% do tempo

25 de fevereiro de 2016 - Às 06:50
Foto: Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco/Agencia RBS

A derrota do Grêmio para o São Paulo-RS nesta quarta-feira acabou passando principalmente por erros defensivos. O técnico Roger viu que a equipe fez 70% do jogo com boa atuação e colocou o resultado na conta de erros individuais da equipe. O treinador diz estar em estado de prontidão após mais uma derrota.

No primeiro gol, Grohe soltou uma bola fácil e o gol do São Paulo se originou à partir da falha do goleiro. No segundo, gol olímpico. E terceiro foi espalmado pelo goleiro para frente, facilitando a vida do atacante.

– Foram gols que habitualmente, embora a nossa equipe tenha errado na bola aérea, não caracterizaram falha coletiva. Foram equívocos individuais, no primeiro pau, depois a do Marcelo e uma bola com desvio, que deu gol no rebote. Foram 70% ou 80% de um grande jogo, não posso deixar de salientar isso. Não posso achar que fizemos uma má partida porque saímos derrotados. Tínhamos um jogo controlado, quando o adversário virou em cinco minutos e depois da expulsão ficou mais difícil mudar o jogo – analisou o técnico tricolor após a derrota.

O técnico diz estar em estado de prontidão, principalmente referente a bola parada, onde os gols sofridos tem sido recorrentes:

– Claro que em caso de vitória, dá um passo adiante, no que diz respeito à confiança, solidez do trabalho. Essas alternâncias de resultado, evidentemente que deixa a gente em estado de prontidão, para seguir solucionando os problemas, principalmente na bola parada, que tem sido recorrente – reconheceu Roger.



Veja também