O técnico Roger Machado avaliou a vitória do Grêmio por 2 a 1 sobre a Ponte Preta, na tarde deste sábado, na Arena, como um bom jogo no geral. O treinador destacou o bom primeiro tempo do time, mas admitiu a melhoria do adversário na etapa final. O Tricolor marcou seus dois gols em 23 minutos de partida, com Diego Souza e Campaz.

O confronto marcou a reestreia de Lucas Leiva com a camisa do Grêmio. No entanto, o volante iniciou no banco de reservas, e foi a campo apenas no segundo tempo. Aos 14 minutos, entrou na vaga de Biel.

Na etapa inicial, o Grêmio marcou aos 10 minutos, com Diego Souza, após passe de Villasanti, e aos 23, com Campaz, no rebote de finalização na trave de Ferreira. A Ponte Preta jogou melhor após o intervalo, e anotou gol de cabeça com Wallisson, aos 13 minutos.

— Acho que foi um jogo bastante dominado pela gente no primeiro tempo. No segundo a mudança do sistema da Ponte fez com que a gente andasse um pouco pra trás. Tomamos gol na bola aérea, nosso jogador da primeira trave andou um pouco para frente e desprotegeu o centro do gol. Mas acho que no geral foi um bom jogo — ressaltou Roger.

Roger Machado, técnico do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Roger Machado, técnico do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Sobre a escalação, o comandante gremista afirmou ter sido um processo “fácil” de definir. Em outro momento da coletiva, destacou que Lucas Leiva veio para estar em campo, mas também que, neste momento, o volante vem de um período sem atuar, entre o fim da temporada europeia e a reestreia pelo Grêmio.

A partida na Arena teve público pouco abaixo de 44 mil gremistas. No entanto, a reação da torcida com o treinador foi de vaias antes do jogo. Segundo ele, um clima criado a partir do lado de fora, na expectativa pela aparição de Lucas na equipe.

Se estivéssemos aqui falando depois de um resultado negativo, a convicção vai ser entendida como teimosia. De alguma forma, teve deslealdade no processo pré-jogo.

— Roger Machado

— O que vimos hoje, quando entrei em campo ser vaiado, quando anunciaram meu nome ser vaiado, não tenho dúvida que foi a construção do ambiente externo. Alguns atuam com opiniões pesadas, mas faz parte do processo, 30 anos que convivo com vocês, sempre com muito respeito, alguns momentos me sinto respeitado por alguns — disse Roger.

Com a vitória sobre a Ponte, o Grêmio assumiu a vice-liderança da Série B. Agora com 36 pontos, o Tricolor contou com tropeços de Vasco e Bahia para ficar somente atrás do Cruzeiro na tabela. O próximo compromisso é contra a Chapecoense, terça-feira, às 18h30, na Arena Condá.



Veja também