Roger admite queda de rendimento da equipe com relação a 2015

Treinador comentou desempenho de jogadores que não vem tendo mesmo ritmo que o ano passado

19 de março de 2016 - Às 06:00
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

O Grêmio tem tido na temporada 2016 um desempenho bem abaixo do que tinha em 2015. Em entrevista coletiva, o técnico Roger foi questionado sobre isso e citou a ausência de jogadores como motivo, mas lembrou os bons resultados e também deixou em aberto a possibilidade de fazer mudanças no time:

– Em nenhum momento vocês me viram reclamar das ausências, não vai ser agora que eu vá usar as ausências como desculpa por nossa irregularidade. Considero as criticas legitimas, não estamos conseguindo repetir o nível do ano passado, mas os resultados estão bons. Eu acredito na força do meu coletivo. Estamos trabalhando em cima das nossas características e defeitos. Algumas coisas encontramos rapidamente, outras demoramos mais a encontrar. Vamos lidando com os percalços, e que a evolução das atuações ocorra no dia a dia de treinos e jogos. Eu não me conformo só com o bom resultado, quero sempre que isso venha com boa atuação. E é isso que buscamos – afirmou.

Perguntado sobre a queda de rendimento de Marcelo Oliveira, Giuliano e Douglas nesta temporada, o treinador comentou:

– Eu acredito que o coletivo faz a individualidade se sobressair. Eles são jogadores importantes, deram uma resposta muito boa por muito tempo. Se não estão em seu melhor nível, avalio as questões coletivas e individuais. Quero que meu time jogue bem. Não posso permitir atender ou ser suscetível ao que se fala externamente sem ter o conhecimento do que se trabalha no dia a dia. Não vejo problemas em reavaliar. O Marcelo Grohe teve uma falha há algumas rodadas, mas tem muito crédito e nos salvou contra o San Lorenzo. Não é apenas tirar esse ou aquele.



Veja também