A retrospectiva do Grêmio em 2010

10 de dezembro de 2010 - Às 14:08
Apesar de um mau início, a temporada para o Grêmio foi boa. Vários nomes se destacaram, mas todo o elenco do Grêmio em geral, desde os massagistas, os jogadores, os auxiliares, o técnico e o presidente.
GAUCHÃO
O Grêmio foi campeão do Campeonato Gaúcho de 2010, e levantou a taça pela 36ª vez, justamente em cima do maior rival.
COPA DO BRASIL
O Grêmio foi eliminado pelo Santos, que no começo do ano, era o time a ser batido. Após um jogo memorável no Olímpico, onde o Grêmio venceu por 4 a 3, o Santos, com PH Ganso, acabou se classificando. Nesta Copa do Brasil, o Grêmio eliminou o campeão Brasileiro, o Fluminense, vencendo no Maracanã por 3 a 2.
SUL-AMERICANA
Eliminado na 1ª fase pelo surpreendente Goiás (2 a 0 dentro do Olímpico), que acabou com o vice-campeonato, e assim, deu a vaga na Libertadores ao Grêmio.
BRASILEIRÃO
Com Silas, o começo do campeonato até o fim do primeiro turno, só deixou o Grêmio rodeando a zona de rebaixamento. Demitido, Silas deixou o cargo com um péssimo trabalho, e para seu lugar, veio Renato Gaúcho, que simplesmente fez milagre.
Ajeitou o time moralmente e tecnicamente, tirando do Z4 e colocando o imortal na Libertadores da América 2011.
JONAS
Simplesmente matador. Com 23 gols no Brasileirão, ele se tornou o 3º gremista a ser artilheiro de uma edição do Brasileirão. Mestre Jonas é ídolo da torcida e vai permanecer no Grêmio em 2011.
DOUGLAS
O jogador dos dribles, dos lançamentos e dos chutes bem feitos. Foi por causa dele, por exemplo, que Jonas fez boa parte de seus gols. Douglas fez um dos gols mais importantes do Grêmio neste Brasileirão, diante do Corinthians, no Pacaembu.
ROCHEMBACK
O homem da marcação. Tem chute forte e fez também gols importantes. Difícil passar por ele.
André Lima, o homem que substituiu Borges, e fez o dever de casa. Diego, o reserva de “luxo”, que entrava todo fim de jogo, e deixava sua marca.
Com certeza, todos os jogadores se destacaram, mas isso só aconteceu, por causa dele:
RENATO GAÚCHO
Ídolo do clube, Renato veio do Bahia para tirar o Grêmio do rebaixamento certo. Não só tirou, como classificou o time para a Libertadores.
Durante toda sua passagem no segundo turno, motivou o time, fez brincadeiras, definiu regras, e assim, o Tricolor entrou nos trilhos e no caminho das vitórias.
É isso aí. Esta foi a retrospectiva do Grêmio no ano de 2010. O que você achou?


Veja também