A retrospectiva do Futebol Brasileiro em 2010

13 de dezembro de 2010 - Às 13:15
O futebol brasileiro é sempre muito disputado, tanto que em minha opinião, o Brasileirão é o campeonato mais difícil do mundo, onde no começo, até dez times são apostas para título. Mas ai vai uma retrospectiva de como foi o ano no Futebol brasileiro em todas as competições.

COPA DO MUNDO

A Copa do Mundo da África do Sul deu mais uma lição ao futebol brasileiro. A de ter cabeça fria na hora das decisões, né Felipe Melo? Título merecidíssimo da Espanha.

COPA DO BRASIL
Com seu time fantástico, liderado por Neymar e Ganso, o Santos só fez festa na Copa do Brasil. Goleadas de 10 a 0 e 8 a 1, e sempre fazendo muitos gols, levaram o Peixe ao título. O melhor jogo do ano, para mim, veio deste torneio. No Olímpico, o Grêmio fez 4 a 3 sobre os Paulistas, em uma virada épica.
SUL-AMERICANA

O Goiás fez o Grêmio ser vaiado no Olímpico, calou o estádio Centenário e eliminou o Peñarol. A Ressacada viu o show de Rafael Moura, e o estádio do Pacaembu ficou paralisado. Tudo isso, não adiantou. A final diante do Independiente não quis que o Goiás fosse campeão, pois a bola teimou em não entrar.
LIBERTADORES
Melhor time da década, o Internacional levantou sua segunda taça da Competição. Fez a melhor campanha na primeira fase e foi até a decisão, diante do Chivas, decidindo no Beira-Rio, e com vitória de 3 a 2, foi campeão.



BRASILEIRÃO

O campeonato mais disputado do mundo teve destaques, teve golaços, gols perdidos, dribles, brigas e tudo que se pode imaginar.

Três times foram os maiores destaques durante todo o campeonato: Fluminense, Corinthians e Cruzeiro. Quem levou a melhor, foi ele, o time que tem o melhor jogador do campeonato: Conca. O Fluminense voltou a ser campeão brasileiro após 26 anos.
JOGO DO ANO
GRÊMIO4:3 SANTOS
O melhor jogo do ano, para quem não se lembra, foi o da semifinal da Copa do Brasil, jogo de ida, no Olímpico. O Santos era o melhor time do Brasil no primeiro semestre, e fazia muitos gols. Abriu 2 a 0 em 20 minutos no primeiro tempo, e foi controlando o jogo, segurando a pressão dos gaúchos. Na etapa final, no mesmo tempo em que o Santos abriu 2 a 0, o Grêmio, espetacularmente, virou o jogo para 4 a 2, incendiando o Olímpico lotado. No fim, o placar de 4 a 3 coroou o melhor jogo de 2010, na minha opinião, não pelo número de gols, mas pela virada, onde o Grêmio, se mostrou, imortal, mais uma vez.
AI VAI A MINHA SELEÇÃO DO CAMPEONATO (Giovani Mattiollo)

GOLEIRO: Victor (Grêmio)
Também foram destaque: Fábio do Cruzeiro, e Jefferson do Botafogo. Não tem como não escolher o goleiro da seleção brasileira, né?
LATERAL-DIREITO: Mariano (Fluminense)
Também foram destaque: Léo Moura, do Flamengo, e Jonathan, do Cruzeiro. O campeão brasileiro teve muitos destaques, e um deles, foi este.
ZAGUEIRO PELA DIREITA: Alex Silva (São Paulo)
Também foram destaque: Dedé, do Vasco, e Chicão, do Corinthians. O Alex Silva, há tempos é um grande zagueiro, conhecido, diferente dos outros.
ZAGUEIRO PELA ESQUERDA: Miranda (São Paulo)
Também foram destaque: Réver, do Atlético-MG, e Leandro Euzébio, do Fluminense. Este nem se fala, já foi para a seleção e venceu essa disputa, fácil.
LATERAL ESQUERDO: Diego Renan (Cruzeiro)
Também foram destaque: Roberto Carlos, do Corinthians, e Kléber, do Inter. Numa disputa que tem jogadores dos dois times que eu mais odeio, só me restou…
VOLANTE PELA DIREITA: Fabrício (Cruzeiro)
Também foram destaque: Jucilei, do Corinthians, e Willians, do Flamengo. Fabrício jogou muito e foi um dos destaques da grande recuperação do time no segundo turno.
VOLANTE PELA ESQUERDA: Marcos Assunção (Palmeiras)
Também foram destaque: Elias, do Corinthians, e Arouca, do Santos. Quem é que não queria ter um jogador como esse no time? Assistências e chutes precisos. Cada cobrança de falta…
MEIA PELA DIREITA: Montillo (Cruzeiro)
Também foram destaque: Paulo Baier, do Atlético-PR, e D’Alessandro, do Inter. Mais um argentino que foi destaque neste Brasileirão.
MEIA PELA ESQUERDA: Conca (Fluminense)
Também foram destaque: Bruno César, do Corinthians, e Douglas, do Grêmio. Sem comentários para Conca. Jogou todas as partidas do campeonato e merece 60% da taça.
ATACANTE 1: Jonas (Grêmio)
Também foram destaque: Thiago Ribeiro, do Cruzeiro, e Éder Luis, do Vasco. Fácil, Jonas venceu essa disputa. Artilheiro do Brasileirão com 23 gols, destaque absoluto do Grêmio.
ATACANTE 2: Neymar (Santos)
Também foram destaque: Kléber, do Palmeiras e Loco Abreu, do Botafogo. Dribles desconcertantes são a marca registrada, já que bater pênalti, não é com ele.
CRAQUE DO CAMPEONATO: Conca (Fluminense)

REVELAÇÕES: Bruno César (Corinthians), Jonas (Grêmio) e Dedé (Vasco).

MELHOR TÉCNICO: Renato Gaúcho
Também foram destaque, Muricy Ramalho, do Fluminense, e Cuca, do Cruzeiro. Escolhi o técnico do Grêmio, não por ser do meu time, mas por que tirou o Imortal do Z4, e o levou até a Libertadores, mudando ambiente, o clima, e voltando com o ritmo das vitórias, tanto que o Grêmio teve mais de 70% de aproveitamento no segundo turno e teve, consequentemente, a melhor campanha.
É isso ai gente, essa foi a retrospectiva do ano no futebol brasileiro. Comentem!

Envie um e-mail, participe da comunidade no orkut, siga no Twitter, e veja nossa página no Youtube. O Blog Gremista Sangue Azul, agradece.


Veja também