Lucas Uebel / Divulgação/Grêmio

Após a vitória sobre o Coritiba, a terceira no Brasileirão, o Grêmio deu um salto na tabela de classificação e foi para o 11º lugar, com 17 pontos. A posição é ameaçada por Athletico-PR e Ceará, que jogam nesta quinta-feira (8) — se houver um vencedor, o Tricolor cairá para a 12ª colocação.

Com um jogo a menos, o técnico Renato Portaluppi mantém o discurso de que sua equipe ainda brigará no pelotão de cima, mesmo que hoje esteja a 10 pontos do líder Atlético-MG e a cinco do G-4, que é fechado pelo Inter, com 22 pontos ganhos.

O objetivo do técnico gremista é encerrar o turno entre os seis primeiros, para ao menos buscar uma vaga direta na Libertadores de 2021. Para atingir essa tarefa, o Grêmio tem mais seis jogos a disputar. O próximo confronto será contra o Santos, no domingo, às 16h, na Vila Belmiro.

No jogo contra os paulistas, Renato não terá o volante Matheus Henrique, que recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Coritiba. Seu substituto deverá ser Maicon, recuperado de lesão muscular e que diante dos paranaenses ingressou aos 20 minutos do segundo tempo.

Afastados por terem testado positivo para a covid-19 antes da partida contra a Universidad Católica, pela Libertadores, os zagueiros Pedro Geromel e Kannemann completam nesta quinta 10 dias afastados do grupo e podem ser reintegrados caso testem negativo. A utilização da dupla ainda é uma incógnita. Jean Pyerre, que também contraiu o coronavírus, ainda cumpre o período de isolamento e não tem chances de retorno.

Preservado diante do Coritiba em virtude do desgaste físico, o lateral-direito Orejuela deve voltar ao time, apesar da boa atuação de Victor Ferraz. Do outro lado, Cortez está liberado depois de cumprir suspensão automática pela expulsão no Gre-Nal. Porém, Diogo Barbosa será mantido no time titular.

A grande dúvida é Alisson, que sentiu fadiga muscular depois do Gre-Nal e sequer foi relacionado contra o Coritiba. O jogador será reavaliado pelo departamento médico e tem chances de retornar ao time.

O Grêmio volta a treinar na tarde desta quinta, às 15h30min, e a provável escalação para o jogo contra o Santos tem: Vanderlei; Orejuela, Paulo Miranda, David Braz e Diogo Barbosa; Lucas Silva e Maicon; Alisson (Luiz Fernando), Robinho e Pepê; Diego Souza.



Veja também