Sampdoria / Divulgação

Grêmio tem um aliado importante para finalizar a contratação do meia uruguaio Gastón Ramírez, 29 anos. O empresário Oscar Betancourt, um dos procuradores do atleta, está na Itália e recebeu autorização do Tricolor para negociar as condições com a Sampdoria

Uruguaio, mas de bom trânsito no futebol italiano, o agente também atua no interesse de Ramírez, que quer voltar à América do Sul para ficar perto de casa. Em Gênova desde o início da negociação, o representante mantém conversas diárias com os dirigentes do clube. 

Em um primeiro momento, a Sampdoria pretendia receber 5 milhões de euros (R$ 33,7 milhões) para liberar o jogador. Contudo, o Grêmio fez uma oferta bastante inferior. A tendência de momento é que o negócio, se concretizado, saia em torno de 2,5 milhões de euros (R$ 16,8 milhões).

Um dos motivos que ajudam para a redução do valor é o prazo curto do contrato de Gastón Ramirez, que expira em junho de 2021. Em oito meses, o meia poderia deixar a Sampdoria de graça. Por esta razão, os italianos devem aceitar um valor menor para conseguir arrecadar alguma quantia com o atleta.

O Grêmio anunciou nesta semana o centroavante argentino Diego Churín, 30 anos, que deve estrear na segunda, contra o Bragantino, e ainda busca um volante para completar o grupo.



Veja também