Renato vê título da Libertadores como “afirmação” na carreira

Técnico do Grêmio está perto de sua segunda final na competição

1 de novembro de 2017 - Às 05:40
Foto: Lucas Uebel

A vitória de 3 a 0 sobre o Barcelona em Guayaquil deixou o Grêmio a um passo da final da Libertadores de 2017. Se isso acontecer, será a segunda decisão de Renato Portaluppi como técnico, que em 2008 foi vice-campeão da América no comando do Fluminense. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, o treinador afirmou que o título continental é algo que ele vê como uma forma de “afirmação” para a carreira.

“O título é muito importante poque é sempre um título. Em se falando de uma competição internacional é mais uma afirmação para o treinador. Em 2008, o Fluminense fez uma grande Liberadores. Enfrentamos gigantes, passamos por todo mundo e, infelizmente, perdemos para a LDU no Maracanã”, recordou o treinador, que, no entanto, destacou que aprendeu com aquela derrota.

“A profissão de treinador é assim, você ganha, você perde. O grande profissional também tem que saber perder. Não é porque você chegou na final que vai ganhar. O adversário também tem méritos. Claro que nós trabalhamos para chegar à final e ser campeões, que, como eu falei, é uma grande afirmação para o treinador”, completou.

Grêmio e Barcelona se enfrentam pela volta da semifinal da Libertadores nesta quarta-feira, às 21h45min, na Arena. A provável escalação do Tricolor para a partida tem: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Cortez; Jaílson (Michel) e Arthur; Ramiro, Luan e Fernandinho; Lucas Barrios.



Veja também