Eduardo Moura

Quando Renato Gaúcho fala sobre o Grêmio, convém ouvir atentamente. Se é sua primeira entrevista no ano, então, mais ainda. No fim da tarde desta terça-feira, o treinador falou sobre diversos assuntos e revelou que terá duas conversas individuais com jogadores do elenco: o meia Jean Pyerre e o centroavante André.

O caso do jovem meio-campista é o mais urgente, já que Renato suscitou “culpa no cartório” do jogador em seu processo de recuperação da lesão na coxa direita, que completou quatro meses. Na segunda-feira, o clube divulgou nota para atualizar a situação.

– Não adianta falar sobre o Jean qual o tipo de conversa, de conselho. Ele sabe também, acima de tudo, que tem culpa no cartório. Vou conversar, falei com ele na frente do grupo e vou ter uma conversa reservada também. Sabe o quanto briguei para trazer aqui para cima. Ele renovou e tem um bom contrato, merecidamente. Precisamos do Jean em campo. Que ele se recupere, volte o mais rápido possível com o grupo para nos ajudar, como foi ano passado – destacou Renato na entrevista coletiva.

Jean Pyere não atua desde setembro — Foto: Eduardo Moura

Jean Pyere não atua desde setembro — Foto: Eduardo Moura

Logo depois, o treinador também tratou da situação de André. O centroavante, constantemente titular mesmo abaixo de críticas da torcida gremista, não deve seguir no clube. O próprio técnico admitiu o clima ruim e que foi “merecidamente criticado” quando insistiu na escalação do jogador.

“Fui até criticado, merecidamente, por ter insistido com o André. Fiz de tudo para recuperar o futebol do André, mas não adianta dar soco em ponta de faca” (Renato Gaúcho)

André e Lucas Silva em treino do Grêmio — Foto: Eduardo Moura

André e Lucas Silva em treino do Grêmio — Foto: Eduardo Moura

– Não tem uma pessoa aqui no Grêmio que não goste do André. Infelizmente, tem jogadores que não se adaptam, não conseguem jogar tudo o que sabem em certos clubes. Infelizmente para o André, a passagem não foi tão boa aqui no Grêmio. Vou ter uma conversa com ele também para explicar, e acho que vai entender. Muitas vezes é melhor trocar de ares – apontou Renato.

André tem contrato com o Tricolor até o final de 2021. Até o momento, porém, o clube não recebeu propostas oficiais de outros clubes para levar o jogador. Pelas palavras do treinador, o futuro dele é longe da Arena.



Veja também