A temporada não poderia começar de forma mais positiva para o Grêmio. Na noite desta terça-feira, o Tricolor superou o São Luiz por 4 a 1 na decisão da Recopa Gaúcha. O duelo marcou o reencontro com o torcedor e a estreia do atacante Luís Suaréz, que iniciou a sua trajetória com um hat-trick, anotado em apenas 38 minutos de jogo. O técnico Renato Portaluppi valorizou a partida e o tamanho do uruguaio e a atuação da equipe.

Logo após a celebração da conquista, o técnico Renato Portaluppi concedeu entrevista coletiva e foi perguntado sobre a atuação do centroavante. O treinador destacou o primeiro contato com a torcida em jogos e ressaltou a humildade de Suaréz no dia a dia do Tricolor.

– Acho que não poderia ser melhor, a estreia dele diante no nosso torcedor, que está acreditando bastante nele e nós também. Ele veio para nos ajudar e já mostrou isso hoje. É um jogador que tem o carinho do grupo todo pela humildade dele e por não querer regalia nenhuma. Nos primeiros 45 minutos, esteve muito bem – afirmou o comandante, sem garantir a presença de Suárez no próximo sábado, contra o Caxias, na primeira rodada do Gauchão.

– O torcedor estava precisando de um ídolo, de um jogador que chamasse a atenção, que o torcedor comprasse o barulho – completou.

Renato Portaluppi após vitória do Grêmio — Foto: João Victor Teixeira

Renato Portaluppi após vitória do Grêmio — Foto: João Victor Teixeira

Além da estreia na maior contratação da temporada, Renato avaliou como positiva o pontapé inicial do time em 2023. Apesar de classificar como uma boa atuação do elenco, ele acredita que ainda existe muito espaço para evolução.

– É da maneira que eu gosto que a equipe jogue, sufocando o adversário, não dando espaços, brigando pela bola e valorizando a posse de bola. Nós conseguimos fazer isso enquanto tivemos perna. Você numa pré-temporada tem que trabalhar muita coisa e tem pouco tempo. Então, eu gostei da equipe, pois nós treinamos um pouco de tudo e evoluímos bastante. Primeiro time do Brasil a dar volta olímpica. Mas falta muita coisa – ressaltou.

Por fim, o treinador também destacou que era obrigação dar esse “presente” ao torcedor após um período de sofrimento nos dois últimos anos.

– Nós começamos com o pé direito, o nosso torcedor, mais do que ninguém, merecia por tudo que vinha sofrendo nos últimos meses. Então, nós tínhamos que dar de presente para o nosso torcedor esse título – finalizou.

O Grêmio volta à campo no próximo sábado, às 16h30, contra o Caxias, no Estádio Centenário. O jogo é válido pela primeira rodada do Campeonato Gaúcho.



Veja também