De olho na semifinal da Copa do Brasil, o Grêmio teve um time praticamente todo reserva. Mesmo assim, venceu o Atlético-GO por 2 a 1 na Arena, na noite deste domingo, e garantiu a quinta colocação no Brasileirão. O técnico Renato Portaluppi elogiou o estreante Vanderson, lateral-direito.

Apenas Vanderlei, Darlan e Alisson foram os titulares usados pelo treinador, embora o último retornando de lesão e mais de dois meses parado. Nas últimas rodadas, o Grêmio usou equipes com mais jogadores do time principal, mas vinha de dois empates com Goiás e Sport.

— Vitória importante porque estamos brigando pela parte de cima da tabela. Era importante para continuar no pelotão da frente. Equipe se comportou até bem pela quantidade de jogadores que colocamos em campo, alguns voltando de lesão, sem jogar há bastante tempo. Importante a pegada, taticamente procuraram fazer o que eu pedi. Uma equipe que não joga junto há muito tempo, o entrosamento é difícil — destacou Renato.

Renato Portaluppi, técnico do Grêmio — Foto: Eduardo Moura/ge

Renato Portaluppi, técnico do Grêmio — Foto: Eduardo Moura/ge

Uma das novidades da equipe foi o jovem Vanderson, de 19 anos. O lateral-direito estreou como profissional na noite de domingo e teve boa atuação. Inclusive, participou do primeiro gol gremista, ao cruzar a bola que seria desviada por Dudu para o próprio gol.

— O Vanderson é mais um garoto que temos dado oportunidade, estamos trazendo para se ambientar no profissional. Estávamos há pouco em três competições, problemas vão aparecer. Já o conhecíamos, é um garoto que tem se destacado lá embaixo, conversei com ele e passei tranquilidade e confiança. Foi o que fez e, enquanto esteve em campo, esteve muito bem — completou Renato.

O Grêmio se reapresenta na tarde desta segunda-feira e inicia a concentração para o jogo com o São Paulo. Na terça, treina pela manhã e viaja para a capital paulista. Geromel é a principal dúvida, mas tem poucas chances de aparecer no Morumbi.



Veja também