Renato trabalha opção para o ataque com Luan e indica novo caminho para decisões do Grêmio

Como André e Vizeu não tomaram conta da posição, técnico começa teste com camisa 7 mais avançado

1 de julho de 2019 - Às 06:21
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Não é definitivo, mas Renato deu indicações dos caminhos que irá tomar no segundo semestre para as seguidas decisões do Grêmio – no mínimo uma alternativa para o já consolidado esquema com um centroavante mais fixo. O primeiro esboço do time teve Luan e depois Diego Tardelli mais avançados, em um retorno ao modelo de sucesso de 2016, um antídoto ao momento dos seus atacantes.

André e Vizeu passaram o primeiro semestre em uma eterna briga por posição. O segundo terminou como titular, mas havia perdido, antes, a posição. O teste com Luan mais avançado deixa claro uma preocupação de Renato ter uma opção bem trabalhada para eventuais necessidades. Seja durante uma partida, seja para iniciar os jogos decisivos de julho. Afinal, o ídolo gremista cansa de dizer que precisa ter plano A, B e C.

No coletivo deste sábado, Luan atuou na faixa central do gramado ao lado de Jean Pyere, autor de um gol e uma assistência no trabalho. No modelo anterior, os dois disputariam uma vaga. Na segunda-feira, o Grêmio faz seu primeiro teste mais forte, em um jogo-treino contra o São José.

Renato Gaúcho faz testes no ataque do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato Gaúcho faz testes no ataque do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

– Todo mundo quer jogar. Mas o que o professor optar, vamos querer ajudar o Grêmio. Se o professor quiser que jogue com o Luan ou que espere por ele, está todo mundo tendo o entendimento que é pelo bem do clube. O que ele pedir, vai ser bem feito, independentemente de quem estiver jogando – explicou Jean Pyerre.

O primeiro compromisso gremista, dia 10, contra o Bahia, já é válido por competição eliminatória, a Copa do Brasil. Luan foi o destaque gremista no título de 2016 atuando justamente como “falso nove”, com liberdade para deixar o centro do ataque, flutuar e tabelar com os companheiros. O teste como titular também é emblemático se pensarmos nos momentos antes da parada: mesmo recuperado, o camisa 7 não era relacionado por Renato por ainda não ter atingido seu auge físico.

Luan atuou como falso nove e tem livre movimentação no ataque — Foto: Reprodução

Luan atuou como falso nove e tem livre movimentação no ataque — Foto: Reprodução

No segundo tempo da atividade, Jean Pyerre ainda deixou o coletivo e abriu espaço para Pepê entre os titulares. Tardelli deixou a ponta esquerda, como substituto de L para ser o jogador avançado, enquanto Luan foi o “camisa 10”, o meia central. A mudança deixa ainda mais evidente a tentativa de Renato observar o ataque com um novo formato, sem a figura do pivô. Assim, os pontas têm espaço – e obrigação – de ocupar o espaço deixado por Luan.

André e Vizeu permaneceram todo o tempo que treinaram entre os reservas. Até porque o treinador já tem conhecimento do que apresentaram e podem render. O tempo de parada é usado para criar novos planos para o Grêmio competir em Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores.

No time, David Braz já apareceu ao lado de Geromel, já que Kannemann trabalha a parte física após a fratura na vértebra na coluna na região da lombar e Paulo Miranda ainda se recupera de lesão muscular. Neste domingo, o elenco volta a treinar pela manhã, no CT Luiz Carvalho. Na segunda, faz o primeiro jogo-treino da parada.



Veja também