Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Escalar reservas no Brasileirão não é uma novidade para o Grêmio de Renato Portaluppi. O técnico garante que manterá a competitividade da equipe, mas entende que preservar os titulares é parte fundamental, ainda mais na temporada que foi interrompida durante quatro meses. Setembro se aproxima como o segundo mês com sequência intensa de jogos.

Assim que Pepê, Diego Souza e Guilherme Guedes estiverem recuperados dos problemas musculares, Renato terá à sua disposição 34 jogadores para “rodar o elenco” entre competições. Há ainda Leonardo Gomes, se recuperando de lesão, e Ferreira, em processo de renovação de contrato.

— Não pode jogar sempre o mesmo time, tem que rodar o elenco. Por causa da pandemia, eram quase cinco meses sem jogar. Por que ficar poupando se fazia tanto tempo que não jogavam? Justamente para readaptar o corpo deles a fazerem tudo que estavam acostumados — declarou, na coletiva após a vitória por 2 a 0 sobre o Caxias, na quarta-feira (26).

Combinados em escalações no esquema 4-2-3-1, os mais de 30 atletas gremistas podem formar quase três times. Os titulares são: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique e Maicon, Alisson, Jean Pyerre e Pepê; Diego Souza. Além deles, a segunda equipe poderia ser montada com: Paulo Victor; Orejuela, David Braz, Rodrigues e Guilherme Guedes; Darlan e Lucas Silva; Robinho, Thiago Neves e Everton; Isaque. Com o jovem jogador improvisado no ataque, como vem atuando durante a lesão do titular Diego Souza.

Por fim, um terceiro time teria Júlio César (Brenno); Leonardo Gomes, Paulo Miranda, Ruan e Marcelo Oliveira; Lucas Araújo e Thaciano; Guilherme Azevedo, Patrick e Luiz Fernando; Fabrício (Rildo).

Mesmo com tantas opções, Renato e a diretoria ainda trabalham para aumentar a quantidade de jogadores ofensivos no grupo. O vice de futebol, Paulo Luz, diz que o clube busca, pelo menos, um centroavante e um lateral-esquerdo. Caso os reforços cheguem, o Tricolor teria três escalações completas com variações táticas.

— Quando poupa jogador, a gente sabe o que está fazendo. Até porque a gente tem um elenco com boas opções — reforçou Renato, sempre usando seu bordão que declara:

— Meu grupo é muito bom.

Maratona de setembro

Entre a próxima quinta-feira (3), quando o Grêmio recebe o Sport na Arena, e o último domingo do mês (27), quando o time vai a Minas Gerais enfrentar o Atlético-MG, serão seis rodadas do Brasileirão em setembro.

A Libertadores volta para o Tricolor no dia 16. Renato e seus comandados vão a Santiago do Chile, encarar o Universidad Católica no estádio San Carlos de Apoquindo. Depois, dias 23, Gre-Nal no Beira-Rio. A maratona termina no dia 29, recebendo os chilenos da Católica na Arena. 

O Grêmio tem nove partidas marcadas entre 26 dias, incluindo viagens a Goiânia, em Goiás, Salvador, na Bahia, e Santiago, no Chile.



Veja também