O desempenho da equipe na derrota para o Novorizontino não agradou em nada Renato Portaluppi. Logo após o apito final, o treinador teve uma conversa com os jogadores em tom de cobrança, com a participação do presidente Romildo Bolzan Júnior, e pode resultar em mudanças no time para a próxima partida.

O pós-jogo foi tenso nos bastidores do Grêmio, em Novo Horizonte, após novo tropeço na Série B. Fora da Arena, o time voltou a apresentar um futebol muito longe do que se vê em Porto Alegre. Mais do que isso, a postura de alguns atletas gera incômodo e foi destacada pelo treinador.

Além do que o foi dito pelo comandante em particular com seus atletas, deixou claro nos microfones, durante entrevista coletiva, que se alguém não se esforçar, pode perder espaço. Esse foi o teor da conversa entre comissão técnica, direção e jogadores.

– Hoje a equipe não apresentou um bom futebol e não teve a entrega que pedi pra eles. Isso não vai mais acontecer, porque na conversa que tive com eles deixei as coisas claras. Pela conversa que tivemos, pode ter certeza que terça vai ser diferente. E Pode ter certeza que se não correr a única opção que tenho é tirar (do time) – afirmou Renato.

O presidente Romildo Bolzan também esteve no vestiário após a partida. O mandatário confirmou a cobrança, mas tratou de dar um tom mais “leve”, apesar da derrota e da má atuação do Grêmio.

Cobrança interna é para chamar atenção para o que não foi bom. Identificar o que não foi bom. Num vestiário é isso que tem importância. Cobrança de maneira leal

— Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio

Renato Portaluppi em derrota do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato Portaluppi em derrota do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Até o próximo compromisso serão poucos dias de preparação. A delegação retornou para a capital gaúcha na tarde de sábado e na manhã deste domingo se reapresenta para iniciar a preparação para o confronto direto contra o Sport.

Serão apenas dois treinamentos, portanto Renato vai apostar no diálogo com seus comandados para fazer os ajustes no time e não deixar o lado emocional abalar o elenco depois da derrota. O treinador ratificou que vai escalar aqueles que mantiveram o espírito da vitória sobre o Vasco.

– Já tive essa conversa com eles. Domingo também vamos treinar, terei outra conversa e na concentração também. Vai ser aquela equipe que teve atenção. A entrega do jogo contra o Vasco, na terça, será fundamental. Não tem mais tempo de se lamentar e deixar de fazer as coisas – contou o treinador.

Em relação a escalação da última sexta-feira, o técnico terá um desfalque certo. Villasanti foi convocado para dois amistosos com a seleção paraguaia e viaja neste domingo para se juntar à delegação. Em contrapartida, terá a volta de Bitello, que retorna após cumprir suspensão.

Contra o Novorizontino, Lucas Leiva foi o escolhido para atuar na segunda função do meio-campo. Porém, o volante não foi bem. Desde que retornou, o camisa 15 ainda não conseguiu deslanchar. A atuação ruim somada ao cartão amarelo que levou, fez Renato tirá-lo no intervalo.

Lucas Leiva em Novorizontino x Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Lucas Leiva em Novorizontino x Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Sem Villa e com Leiva em baixa, Thiago Santos aparece como um candidato para vaga no meio-campo. Desde que Renato retornou ao comando técnico, o contestado camisa 5 entrou nos três últimos jogos.

No início do ano passado, a contratação do volante foi indicação do ídolo, que admira as características do atleta. Ambos não chegaram a trabalhar juntos em 2021.

De resto, o time não terá outras modificações, até mesmo pela falta de opções. Guilherme voltou a jogar mal, mas faltam pontas no elenco para acirrar a concorrência. Diogo Barbosa também não foi bem, mas sem Nicolas, lesionado, a única alternativa para a posição seria o garoto Thiago Rosa. Renato já disse que o momento pede jogadores “cascudos”.

O Grêmio se reapresenta na manhã deste domingo. Na terça-feira, recebe o Sport pela 31ª rodada da Série B. A bola rola na Arena, em Porto Alegre, a partir das 19h. O Tricolor é terceiro colocado, com 50 pontos.



Veja também