Renato responde a Alex e lembra que Grêmio visa o G4

Técnico gremista destacou que Tricolor precisa aproveitar fase ruim do Cruzeiro

30 de setembro de 2016 - Às 12:06
Foto: Fernando Gomes /Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes /Agencia RBS

Questionado sobre a declaração do meia Alex, do Inter, que afirmou que tem “adversário que quer ajudar a rebaixar (o clube)”, Renato Portaluppi evitou polêmica após o treino do Grêmio na manhã desta sexta-feira. O comandante do Tricolor lembrou que o grupo visa a conquista da vaga para a Copa Libertadores pelo G4 e que não está preocupado com a situação do arquirrival.

“Eu não sei para quem o Alex mandou recado, mas eu posso dizer que o Grêmio vai buscar o seu lugar no G4. Vamos precisar de todos os pontos necessários. Temos que fazer nossa parte, nada do rival nos interessa. Podem ficar tranquilos que vamos fazer o que tem que ser feito na competição. Entraremos nos jogos com o que temos de melhor”, disse o técnico.

Para a partida contra o Cruzeiro, o Grêmio não contará com o lateral Edílson e com o meia Lincoln, que sentiram desconfortos musculares. Além dos dois, Marcelo Grohe e Walace estão suspensos. Entram na equipe Wallace Oliveira, Bruno Grassi e Kaio.

Mesmo superando o líder do Brasileirão Palmeiras no primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil, na última quarta-feira, o treinador prevê um jogo difícil contra o Cruzeiro, que vive situação parecida com a do Inter. “Temos usado uma palavra que é muito importante. Vamos precisar da ‘malandragem’ para jogar fora de casa. Temos que tirar proveito da fase do Cruzeiro. Os atletas mais experientes devem ajudar os mais jovens para buscarmos a vitória. Vai ser uma partida muito complicada porque eles precisam muito dos três prontos”, avaliou o treinador.

A partida contra o Cruzeiro está marcada para sábado, às 18h30min, no Mineirão. Após 27 rodadas do Brasileiro, o Tricolor é o oitavo com 40 pontos, a cinco do Santos, último clube no G4. O Cruzeiro é o 17º com 30, a um ponto do Figueirense, primeiro clube fora da zona de rebaixamento, e a três do Inter, 18º colocado.



Veja também