Renato promete “puxão de orelha” por Grêmio “dar mole com um a mais”

Treinador comemora classificação, mas pede atenção para não por tudo a perder

20 de outubro de 2016 - Às 09:30
Foto: Lucas Uebel/Grêmio
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A quarta-feira garantiu a festa do grupo do Grêmio, ao buscar a classificação contra o Palmeiras. Nesta quinta, porém, o grupo deve esperar pelo menos uma bronca do técnico Renato Portaluppi. “Vou dar um puxão de orelha. Não pode dar esse mole com chance de matar o jogo e um a mais”, afirmou após o empate com Palmeiras.

“Não pode atuar como se já estivesse decidido”, reforçou Renato. “É um tema que vou conversar bastante, pois a bola pune e pode colocar tudo a perder em um lance”, avaliou o técnico.

Renato exaltou, entretanto, a postura do time para chegar ao gol de empate. “Conseguimos mais do que tudo a classificação, que foi heroica”, frisou. “Não entrei em detalhes ainda, apenas dei os parabéns”, explicou o técnico.

Ele descartou fazer projeções para o clássico Gre-Nal de domingo. “Depois penso no Gre-Nal e vou conversar com presidente, doutor Adalberto Preis, departamento médico e também os jogadores”, explicou. “Não adianta eu querer que jogue fulano ou ciclano. Precisa ver quem vai estar em condições.”

Sobre a expulsão, Renato atribuiu o lance a um equívoco do juiz. “Eu não falei nada para ele. Eu estou chamando a atenção do Douglas e ele, por estar longe, achou que era para ele”, justificou. “O árbitro assistente é minha testemunha. Ele fez uma arbitragem muito boa, no entanto, e está de parabéns.”



Veja também