Após o terceiro empate do Grêmio no Brasileiro, o técnico Renato Portaluppi e a direção voltaram a falar sobre a necessidade de reforço para o elenco. Com a lesão de Diego Souza, aumenta a necessidade da contratação de um centroavante. Porém, as dificuldades são muitas.

“Tenho passado alguns nomes para a diretoria e eles tem se mexido, mas é um problema que a Seleção Brasileira tem. Os clubes que tem esse jogador, não querem se desfazer. Antes mesmo do Diego sofrer a lesão, já estávamos atrás. Vamos continuar correndo, pois temos que achar e não podemos errar com esse jogador. Com o Diego, a equipe vinha muito bem, vamos torcer para que não seja uma lesão séria”, destacou Renato Portaluppi.

Aos ser questionado sobre a queda de rendimento no segundo tempo do empate com o Flamengo, o técnico destacou que o setor ofensivo precisa de outro reforço, além do centroavante. “Faz falta o jogador de velocidade pelos lados. O Pepê e o Alisson correram bastante e, às vezes, olho para o lado e faltam jogadores com certas características para entrar inteiro e fazer um contra-ataque forte. Isso é um assunto que tenho conversado com a diretoria e trocado ideias também”, ressaltou.

Além do centroavante e do atacante, a direção segue buscando no mercado um lateral esquerdo. Entretanto, os nomes serão mantidos em sigilo para não complicar as negociações.

“Estamos trabalhando diariamente e vasculhando o mercado. O nosso Central de Dados Digitais (CDD), que é a área especializada, tem nos emprestado um subsídio muito importante. O Renato está preocupado e nós da direção temos tratando destes assuntos em todas as oportunidades, mas as coisas vão ocorreram como nos casos do Everton e do Robinho. No momento adequado, os nomes serão anunciados. Estamos fazendo o melhor possível para buscar negócios viáveis e que venham a agregar qualidade ao elenco”, destacou o vice de Futebol, Paulo Luz.



Veja também