André Ávila / Agencia RBS

A volta de Renato Portaluppi a Porto Alegre, que estava prevista para esta quarta-feira (6), foi adiada. O treinador, que pertence a grupo de risco do coronavírus por ter histórico de cirurgias cardíacas, recebeu a recomendação de seguir em isolamento.

Por isso, o técnico do Grêmio continuará no Rio de Janeiro. Os treinos, inicialmente apenas físicos, serão orientados pelos assistentes da comissão técnica.

Confira a nota do Grêmio:

“O Grêmio informa que o técnico Renato Portaluppi seguirá no Rio de Janeiro, em sua residência, por ser considerado grupo de risco. O treinador passou ultimamente por duas cirurgias cardíacas e foi recomendado que, neste momento, ele permaneça em isolamento.

Estava prevista a chegada do técnico gremista para esta quarta-feira, mas, para minimizar qualquer risco, os médicos entendem que ele deva permanecer resguardado até segunda ordem. Vale ressaltar que, neste momento, não há voos diretos do Rio de Janeiro para Porto Alegre.  

Os trabalhos físicos individualizados serão comandados pelos preparadores físicos do futebol profissional.”



Veja também