O técnico Renato Gaúcho irá encontrar a delegação do Grêmio na próxima semana em Santa Catarina. O comandante, afastado do clube há mais de 100 dias, pegará voo direto do Rio de Janeiro para Florianópolis e, em seguida, se deslocará de carro a Criciúma, no sul do Estado, onde o Tricolor realizará um período de treinamentos.

O planejamento do clube prevê viagem para a cidade catarinense na próxima segunda-feira. É quando o treinador pretende encontrar a delegação, mas depende da disponibilidade de passagens aéreas.

Renato segue no Rio de Janeiro — Foto: Reprodução / Grêmio TV

Renato segue no Rio de Janeiro — Foto: Reprodução / Grêmio TV

Conforme apurou o GloboEsporte.com, o Grêmio mantém a viagem mesmo se o governo gaúcho liberar treinos coletivos a partir da próxima segunda-feira no Rio Grande do Sul. Há ainda as restrições municipais em Porto Alegre que impedem também avanço nos trabalhos.

Renato está no Rio de Janeiro desde o dia 16 de março, após a vitória sobre o São Luiz, na Arena, em partida já sem público nas arquibancadas. O treinador é considerado grupo de risco e teve orientação médica de não retornar a Porto Alegre para as atividades em maio.

No período, no entanto, o técnico foi pivô de polêmica ao ir para a beira da praia no Rio de Janeiro enquanto o decreto municipal proibia. Renato justificou-se e também prometeu retornar ao trabalho assim que chamado. É o que acontecer agora, com a viagem a Criciúma.

O Grêmio tem tudo preparado para viajar a Santa Catarina na segunda-feira. A ideia é, em solo catarinense, aprimorar a preparação para o Brasileirão, marcado para o dia 9 de agosto, e uma eventual retomada do Gauchão, ainda sem data, mas idealizada para o 26 de julho.



Veja também