Renato lembra críticas e cobra presença da torcida contra Chapecoense

Treinador disse que Grêmio precisa de apoio antes de jogo na Libertadores

14 de setembro de 2017 - Às 16:28
Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP

Criticado por parte da imprensa e da torcida por usar reservas em alguns jogos do Campeonato Brasileiro, o técnico Renato Portaluppi fez um desafio para a torcida. Ainda após o empate com o Botafogo nessa quarta-feira pela Libertadores, o treinador cobrou um grande público para a partida contra a Chapecoense no próximo domingo na Arena.

“Antes de quarta temos a Chapecoense no domingo. Desde já convoco a torcida do Grêmio. Inclusive vocês da imprensa ficam cobrando que o Grêmio deixou o Brasileirão de lado. O Grêmio nunca deixou o Brasileirão de lado. Agora eu quero ver a resposta da nossa torcida também no Campeonato Brasileiro, indo em grande número contra a Chapecoense no domingo”, declarou o treinador.

“Temos que ganhar da Chapecoense no domingo. Para quarta-feira eu não preciso convocar a torcida. Para quarta ela (torcida) tem que bater o recorde renda do futebol brasileiro, mas domingo precisamos dela também”, reforçou.

Com o jogo contra a Chapecoense ocorrendo apenas três dias antes da partida de volta com o Botafogo pela Libertadores, a possibilidade de poupar titulares existe. Renato disse que somente a partir de sexta-feira irá pensar na equipe que mandará a campo no domingo, mas deixou aberta a chance de utilizar alguns titulares.

“A gente vai aguardar até 48 horas para ver se não tem nenhum tipo de problema. Muitas vezes os jogadores saem inteiros e os problemas aparecem depois. Quem vai jogar? Na sexta-feira começarei a pensar nisso em cima da situação dos jogadores que atuaram e também dos que estão no departamento médico”, afirmou.

A delegação do Grêmio retornou do Rio de Janeiro na tarde desta quinta-feira. O elenco deverá trabalhar com bola apenas na sexta. A expectativa fica por conta das recuperações de Luan e Geromel, que sequer ficaram no banco ontem. Em condição melhor, o zagueiro pode atuar contra a Chapecoense para ganhar ritmo do jogo para o confronto com o Botafogo.



Veja também